Porto Alegre, segunda-feira, 16 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

conjuntura internacional

07/01/2018 - 11h16min. Alterada em 07/01 às 11h40min

Theresa May pretende mudar gabinete para ganhar força em negociação sobre Brexit

Theresa May disse que vai reorganizar cargos de seu governo

Theresa May disse que vai reorganizar cargos de seu governo


TOBY MELVILLE/AFP/JC
A primeira-ministra britânica, Theresa May, deve reorganizar seu gabinete para fortalecer sua autoridade às vésperas de uma nova e crucial fase de negociações em torno do Brexit. A previsão é de que o Reino Unido deixe oficialmente a União Europeia no dia 29 de março de 2019.
A primeira-ministra britânica, Theresa May, deve reorganizar seu gabinete para fortalecer sua autoridade às vésperas de uma nova e crucial fase de negociações em torno do Brexit. A previsão é de que o Reino Unido deixe oficialmente a União Europeia no dia 29 de março de 2019.
Em entrevista veiculada neste domingo pela BBC, May disse que vai reorganizar cargos de seu governo "logo", com mudanças aguardadas para a próxima segunda-feira (8).
A primeira-ministra viu seu poder enfraquecer depois de o Partido Conservador ter fraco desempenho nas eleições em junho do ano passado, levando a um governo minoritário. Mas ela ganhou novo impulso no mês passado, quando a União Europeia concordou em discutir sobre as futuras relações comerciais do bloco com o Reino Unido.
Na entrevista à BBC, May declarou esperar garantir até 31 de março um acordo para um período de transição pós Brexit. A primeira-ministra também pretende elaborar com a UE até o fim do ano um plano de retirada do Reino Unido.