Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

infraestrutura

Notícia da edição impressa de 03/01/2018. Alterada em 03/01 às 11h11min

Fraport prevê aumento anual de 5% em fluxo no Salgado Filho

Grupo alemão vencedor de leilão em 2017 assumiu ontem a gestão do aeroporto

Grupo alemão vencedor de leilão em 2017 assumiu ontem a gestão do aeroporto


MARCELO G. RIBEIRO/JC
O grupo alemão Fraport está otimista quanto à demanda futura de passageiros pelo aeroporto Salgado Filho. A companhia estima um crescimento anual de 5% na movimentação de passageiros pelo complexo. Conforme dados da empresa, o Salgado Filho recebeu 7,6 milhões de passageiros em 2016, sendo o oitavo aeroporto mais movimentado do Brasil.
Ontem, as subsidiárias do grupo, a Fraport Brasil - Porto Alegre e a Fraport Brasil - Fortaleza, assumiram a gestão dos aeroportos internacionais Salgado Filho, no Rio Grande do Sul, e Pinto Martins, no Ceará. A data marcou o início da fase de operação pela Fraport sob supervisão da Infraero, com duração de três meses. Esse estágio, denominado também como operação de transição, tem a possibilidade de ser prorrogado para até seis meses. Após essa etapa, a empresa alemã ficará sozinha na administração das estruturas. Na capital gaúcha, à 0h desta terça-feira, ocorreu a entrega oficial das chaves da Infraero para a Fraport Brasil - Porto Alegre.
"Acreditamos no potencial de ambos os aeroportos - Porto Alegre e Fortaleza - e concentraremos nossos esforços em aumentar a atratividade deles por meio de melhorias contínuas em sua infraestrutura e processos operacionais", afirma a CEO da Fraport Brasil - Porto Alegre e da Fraport Brasil - Fortaleza, Andreea Pal. O grupo alemão adianta que a expectativa é de um investimento mínimo de R$ 600 milhões em cada aeroporto. Pelos termos do acordo de concessão, as empresas desenvolverão a infraestrutura nos aeroportos por meio do Programa de Investimentos Obrigatórios. Ambos receberão novos sistemas automáticos de gerenciamento de bagagens, de controle de segurança e novas pontes de embarque de aeronaves. Será ainda realizada uma ampla gama de projetos de remodelação nos terminais de passageiros, além da instalação de Wi-Fi de alta velocidade.
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2018/01/02/206x137/1_fraport_recebe_as_chaves_do_aeroporto_salgado_filho_creditos_maicon_hinrichsen-1710589.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5a4bdd39ec715', 'cd_midia':1710589, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2018/01/02/fraport_recebe_as_chaves_do_aeroporto_salgado_filho_creditos_maicon_hinrichsen-1710589.jpg', 'ds_midia': 'Equipe da Infraero entregou as chaves do Salgado Filho à empresa ', 'ds_midia_credi': 'MAICON HINRICHSEN/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Equipe da Infraero entregou as chaves do Salgado Filho à empresa ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
 Equipe da Infraero entregou as chaves do Salgado Filho à empresa. Foto Maicon Hinrichsen/Divulgação/JC
No aeroporto de Porto Alegre, as melhorias no ar-condicionado, iluminação, sinalização e Wi-Fi devem ser concluídas no primeiro trimestre de 2018. O restante será avaliado e deve ser implementado de acordo com as necessidades de reforma do terminal. Esse processo deve levar mais de um ano para ser concluído. Também a pista do Salgado Filho, que tem, atualmente, 2.280 metros, será expandida em mais 920 metros. Para esse empreendimento, a companhia trabalha com um prazo até 28 de dezembro de 2021.
Em um processo de licitação internacional, ocorrido em março de 2017, no qual o governo federal concedeu quatro aeroportos brasileiros à iniciativa privada, a Fraport AG conquistou a concessão dos aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre pelos próximos 30 e 25 anos, respectivamente. Para administrar esses complexos, foram criadas a Fraport Brasil - Porto Alegre e a Fraport Brasil - Fortaleza, subsidiárias da Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide, uma das empresas líderes no mercado global de aeroportos, que oferece serviços de gerenciamento e consultoria. Proprietária e operadora do aeroporto de Frankfurt, a Fraport AG conta com um portfólio que inclui 30 aeroportos pelo mundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Jorge 03/01/2018 11h27min
Na minha opinião, a construção de um segundo aeroporto na região metropolitana de P. Alegre, poderia trazer grandes benefícios. Portanto, esta alternativa também merece a devida atenção e avaliação das autoridades competentes.nn
jose henrique woelffel vergo 03/01/2018 06h09min
Belo gesto o povo portoalegrense merece ter um aeroporto internacional a altura bravon