Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Funcionalismo

19/12/2017 - 20h02min. Alterada em 20/12 às 22h13min

Servidores contrataram empréstimo do 13º antes mesmo do aval da AL

Servidores fizeram fila nas agências bancárias para contratar o empréstimo do 13° salário

Servidores fizeram fila nas agências bancárias para contratar o empréstimo do 13° salário


PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC
Patrícia Comunello
Atualizado às 21h de 20/12/2107 
Servidores do governo estadual começaram a contratar empréstimo do 13º salário mesmo antes da Assembleia Legislativa dar o aval, que ocorreu em sessão na tarde desta terça-feira (19). Desde que as agências do Banrisul abriram nesta terça, muitos deles já buscavam gerentes e terminais de auto-atendimento para fazer a operação. O acesso ao dinheiro será dado nesta quarta-feira (20), data limite para o pagamento.  
Nesta quarta, as filas predominaram nas agências, sem contar os problemas devido à grande demanda do setor privado e público pelo 13º. O sistema ficou lento. Até o home banking no site do Banrisul estava fora do ar. O banco informou, por nota, que atendeu mais de 100 mil clientes do setor público e mais de 150 mil do setor privado, volume 10 vezes maior que um dia normal de atendimento. Agências abriram uma hora mais cedo e estenderam o horário de funcionamento em duas horas.
> Confira histórias de quem fez o empréstimo e o destino do dinheiro:
Na agência do banco estadual na avenida João Pessoa, o movimento foi intenso durante todo o dia. Fila chegou a se formar em frente aos terminais. Muitos aposentados compareceram e precisaram da ajuda para fazer os comandos na máquina. A operação levava um minuto. Na tela, bastava clicar na opção empréstimo, para depois ter acesso a uma segunda tela que indicava o crédito do 13º. Apenas funcionários públicos visualizam a opção, segundo o banco. O extrato da confirmação do crédito apresenta as condições.
O governo estadual vai cobrir a despesa com juros, que será creditada em cada uma das 12 parcelas do pagamento do crédito repassado. Pelo extrato, a taxa mensal é de 1,39%, e a anual chega a  18,02%. Quem não optar pelo empréstimo vai receber a gratificação natalina em 12 vezes, com a correção monetária, como já foi prometida para os salários parcelados. O 13º de 2016 foi pago parcelado entre dezembro do ano passado e novembro deste ano.    

Empréstimo para pagar contas atrasadas ...

{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/19/206x137/1_img_0057-1704606.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5a39849f76dd5', 'cd_midia':1704606, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/19/img_0057-1704606.jpg', 'ds_midia': 'Empréstimo do 13º dos servidores públicos do Rio Grande do Sul em fim de 2017. Terminal de auto-atendimento do Banrisul  - tela com opções - servidores mostra extrato da contratação do empréstimo com as taxas - Professora estadual Leila Flores mostra o extrato ', 'ds_midia_credi': 'PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC', 'ds_midia_titlo': 'Empréstimo do 13º dos servidores públicos do Rio Grande do Sul em fim de 2017. Terminal de auto-atendimento do Banrisul  - tela com opções - servidores mostra extrato da contratação do empréstimo com as taxas - Professora estadual Leila Flores mostra o extrato ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '600', 'align': 'Left'}
Leila pagará contas e "usará jogo de cintura" para rolar o que o dinheiro não cobrir. Fotos: Patrícia Comunello/JC
Após completar a operação, as reações foram bem diversas. Os servidores têm dois comportamentos - usar o dinheiro para socorrer as contas atrasadas ou aplicar o dinheiro, já que a rentabilidade esperada é vantajosa. A professora Leila Flores, que recebe como aposentada e ativa pois tem dois vínculos com o Estado, buscou o dinheiro apenas no contrato de ativa e retirará R$ 2,5 mil. "  
Leila lembra que só passou a ter problema com atrasos depois que começaram os parcelamento. "Estou pagando juros altíssimos, meu cartão do Construcard da Caixa está bem alto, minhas dívidas somam  mais de R$ 6 mil", calcula a professora. "Até meu nome foi para o SPC, recebi a cartinha", conta Leila indignada. Para aumentar os ganhos, aumentou a carga horária de aulas. "Trabalho em três escolas. Durmo às 4h para levantar às 6h30min. Minha qualidade de vida caiu muito", confessa. 
Quando o dinheiro cair na conta nesta quarta, Leila diz que "será minha alegria". "Vou pegar o dinheiro e vou correr para os bancos para pagar cartões, vou pagar o máximo que puder e fazer jogo de cintura. Vou dividir, como faço desde março", relata. Além disso, quando falta recursos, ela conta com a ajuda do pai e irmão. "Imagine uma professora depender do pai. Me sinto humilhada, não pleo meu pai, mas enquanto profissional", desabafa Leila.

 ... ou fazer poupança

{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/19/206x137/1_img_0067-1704621.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5a39857554708', 'cd_midia':1704621, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/19/img_0067-1704621.jpg', 'ds_midia': 'Empréstimo do 13º dos servidores públicos do Rio Grande do Sul em fim de 2017. Terminal de auto-atendimento do Banrisul  - Professora aposentada mostra extrato da operação contratada - pegou dinheiro para ter rendimento Maria Cléa Scalari', 'ds_midia_credi': 'PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC', 'ds_midia_titlo': 'Empréstimo do 13º dos servidores públicos do Rio Grande do Sul em fim de 2017. Terminal de auto-atendimento do Banrisul  - Professora aposentada mostra extrato da operação contratada - pegou dinheiro para ter rendimento Maria Cléa Scalari', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '600', 'align': 'Left'}
Cléa não tem contas e vai deixar o dinheiro aplicado no banco para render mais
Já a também professora aposentada, mas que não está mais na ativa, Maria Cléa Scalari vai dar outro destino ao dinheiro. Cléa não está na condição da colega Leila, não tem contas em atraso e pretende aplicar o dinheiro. "Fiquei feliz, a gente sempre espera este dinheirinho extra. Eu vou aplicar", diz ela sobre o destino do 13º. Somente o juro pago na operação é o triplo do que ela obteria na poupança. A professora diz que manteve as despesas sob controle durante todo o ano. "Passei o ano com minhas continhas tudo em dia, graças a Deus", alivia-se Cléa.       
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia