Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

câmara de porto alegre

Notícia da edição impressa de 08/12/2017. Alterada em 07/12 às 21h10min

Proposta quer homenagear Moacyr Scliar na orla

Carlos Villela, especial para o JC
O trecho da orla do Guaíba entre a Usina do Gasômetro e o Anfiteatro Pôr-do-Sol pode ser batizado com o nome de um dos mais aclamados escritores de Porto Alegre. Tramita na Câmara da Capital um projeto para nomear a área como Orla Moacyr Scliar.
O vereador Valter Nagelstein (PMDB), autor do projeto, define Scliar como "cidadão do mundo", e diz que a intenção da homenagem é dar à orla o nome de alguém que fazia questão de "partilhar seu sucesso pessoal com a cidade". Em setembro, o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Elizandro Sabino (PTB), afirmou que 86% da estrutura física das obras da orla está concluída.
O projeto é uma das novidades nas obras na orla do Guaíba em Porto Alegre. Nesta semana, a prefeitura da Capital entregou a licença de instalação à empresa que vai fazer as obras de revitalização do Cais Mauá, que é vizinho à área englobada no projeto que sugere a homenagem ao escritor gaúcho.
Falecido em 2011, aos 73 anos, consequência de um acidente vascular cerebral sofrido após uma cirurgia, Scliar completaria 80 anos em 2017. Ele ficou conhecido por livros como A Mulher que Escreveu a Bíblia, O Centauro no Jardim, e Max e os Felinos - este último serviu como inspiração ao livro As Aventuras de Pi, de Yann Martel, que foi adaptado como filme e premiado com quatro Óscares.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia