Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Trânsito

Notícia da edição impressa de 27/12/2017. Alterada em 26/12 às 22h48min

Feriado de Natal tem 11 mortes em acidentes no Rio Grande do Sul

De sexta-feira até a meia-noite desta segunda-feira, 23.683 veículos foram alvo de fiscalização dos órgãos de trânsito do Estado na 82ª edição da Operação Viagem Segura. Foram registradas 9.429 infrações, recolhidos 761 veículos e retidos 171 documentos de habilitação. Apesar do esforço conjunto para a redução da acidentalidade, o número total de acidentes chegou a 189, resultando em 11 mortes no local (média de 2,75 por dia) e 146 feridos. No Natal do ano passado, foram 23 mortes em três dias de operação, considerando os falecimentos até 30 dias após o acidente.
Além disso, 54 pessoas foram autuadas por estarem dirigindo sob influência de álcool. Destas, 22 motoristas foram enquadrados por crime de trânsito e conduzidos à delegacia de polícia por apresentarem níveis acima de 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido. Outros 115 condutores se recusaram a realizar o teste. Todos sofrerão as sanções administrativas do artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, ou seja, multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano (além da retenção do veículo e do documento).
A Operação Viagem Segura tem como principais parceiros a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Brigada Militar (BM), o Comando Rodoviário da BM, o Detran e a Polícia Civil. A operação completou seis anos no feriado de 15 de novembro, somando mais de 5 milhões de veículos fiscalizados.
No que se refere às rodovias federais de todo o País, foram registradas 79 mortes e 1.320 pessoas feridas, de acordo com balanço divulgado ontem pela PRF. O total de óbitos é 30% menor do que no ano passado, quando os dados apontaram 113 vítimas fatais. Este ano, foram 1.352 acidentes, dos quais 252 resultaram em pessoas feridas ou mortas.
O balanço também aponta 34.487 flagrantes por excesso de velocidade e 3.539 autuações por ultrapassagem irregular no País. Foram aplicados 627 autos de infração a motoristas que dirigiam após ingerir bebidas alcoólicas e 1.418 pelo não uso do cinto de segurança. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia