Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Mundial de Clubes

Alterada em 04/12 às 15h57min

Kannemann se nega a falar sobre Real e prega foco na semi do Mundial

'No futebol, tem que ganhar dentro de campo", disse o zagueiro, em entrevista à Fox Sports

'No futebol, tem que ganhar dentro de campo", disse o zagueiro, em entrevista à Fox Sports


ITAMAR AGUIAR/AFP/ARQUIVO/JC
Folhapress
Zagueiro do Grêmio, Walter Kannemann não pensa em possível confronto contra o Real Madrid. De acordo com o argentino, os dois times precisam passar pelas semifinais do Mundial de Clubes para que o duelo se torne assunto para o clube gaúcho.
"A verdade é que eu falaria para se preocupar primeiro para a semifinal. Times se preparam muito bem, todos sabem que é importante disputar o Mundial. A semifinal vai ser muito difícil, mas vamos tentar fazer o trabalho que fazemos. Se passar, vamos ver contra quem, porque eles também têm que jogar uma semifinal, e no futebol tem que ganhar dentro de campo", disse Kannemann, em entrevista à Fox Sports.
O Grêmio joga sua semifinal no dia 12 de dezembro contra o vencedor do duelo entre Pachuca (MEX) e Wydad Casablanca (MAR). O Real Madrid entra em campo um dia depois e enfrenta Urawa Red Diamonds (JAP) ou o vencedor da eliminatória entre o Al-Jazira (EAU) e o Auckland City (AUS).
Questionado mais uma vez sobre a possibilidade de vencer o Real Madrid, Kannemann voltou a pregar foto na semifinal, mas afirmou que o Grêmio precisa ter esperança caso enfrente o clube espanhol na decisão.
"Vou repetir. Desculpe, mas estamos pensando na semifinal. Sabendo que será um jogo difícil. Nem Grêmio, nem Real Madrid têm a final garantida. Depois, se conseguirmos passar, jogador sempre tem que ter esperança, o sonho. Sabemos que é difícil enfrentar times da Europa, mas se a gente tiver a possibilidade de passar da semifinal, vamos tentar brigar e deixar o Grêmio o mais alto possível. Depois, vamos ver o que acontece", declarou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia