Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

26/12/2017 - 15h58min. Alterada em 26/12 às 18h28min

Maioria dos brasileiros é contra privatizações, aponta Datafolha

Venda de ativos da Petrobras tem alta rejeição na pesquisa, principalmente para estrangeiros

Venda de ativos da Petrobras tem alta rejeição na pesquisa, principalmente para estrangeiros


ANDRÉ VALENTIM/BANCO DE IMAGENS PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
Pesquisa Datafolha apontou que a maioria dos brasileiros é contra as privatizações. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, sete em cada 10 pessoas ouvidas não quer a venda de estatais. Além disso, 67% acreditam que há mais prejuízos do que benefícios na compra dos ativos por grupos estrangeiros.
A rejeição à venda de ativos como da Petrobras é de 70%. Já a possibilidade de estrangeiros comprarem o capital da estatal de petróleo é descartada por 78% dos ouvidos. A atual direção da companhia tem liderado programa de desinvestimento com venda de diversas empresas.    
Outro detalhe que emergiu na apuração, divulgada nesta terça-feira (26) pela publicação, é que o apoio aos processos de privatização aumenta conforme a renda. Nesta faixa, 55% de quem ganha mais de 10 salários mínimos por mês, cerca de R$ 9,4 mil, é favorável à venda. Já entre quem ganha até dois salários mínimos, ou R$ 1,868 mil, o apoio é de 13%. 
O Datafolha aponta recorte por eleitores, indicando que mesmo quem vota em partidos como PSDB, sigla tradicionalmente ligada a privatizações - uma das marcas dos dois governos de Fernando Henrique Cardoso (1995 a 2002) -, é contrário aos processos. Dos eleitores que votam em tucanos, 55% são contrários e 37% favoráveis.
O jornal lembrou que a pauta deve ser um dos temas das eleições de 2018, e o eleitorado mostra resistência. A rejeição é de 80% entre quem votaria em Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as pesquisas recentes para eleições. Já eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSC), nomes que aparecem como prováveis candidatos, mostram apoio entre 31% e 36%, respectivamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Thiago Mota 26/12/2017 17h04min
O povo brasileiro precisa estudar mais. Estatais ineficientes e que dão prejuízos, oferta produtos caros e de péssima qualidade. Quem paga a conta do prejuízo das Estatais? Outra coisa, elas só servem para as negociatas escusas do executivo com o legislativo, além disso o Estado não foca no essencial. Vamos vender essas Empresas para especialistas que vão buscar redução de custo e produtividade, reduzindo o valor dos produtos ofertados. Isso é o básico.