Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 13/12/2017. Alterada em 12/12 às 22h57min

Allparts projeta expansão de investimentos

A expansão observada no mercado moveleiro do Rio Grande do Sul foi determinante para que a empresa Allparts projetasse um investimento de R$ 30 milhões na instalação de uma unidade industrial no Estado. A intenção da empresa foi transmitida ontem ao secretário Márcio Biolchi, do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect), pelo CEO da empresa, Adriano Santana, e pelo presidente, Ednei Rosa.
Localizada em Pindamonhangaba, São Paulo, a Allparts é fabricante de fitas de borda e revestimentos em melamina utilizados pela indústria de móveis. Márcio Biolchi, além de colocar os instrumentos disponíveis à disposição dos empreendedores, assinalou a qualificação dos recursos humanos, a estreita interligação entre universidades e empresas, a infraestrutura econômica e o programa de incentivos que colocam o Rio Grande do Sul em posição favorável na atração de investimentos.
Atualmente, o grupo Allcorp opera no Rio Grande do Sul a empresa Allparts indústria de Plásticos Ltda., localizada em Sapiranga, na rodovia RS-239. Conforme assinalou o CEO Adriano Santana, o grupo estuda a possibilidade de instalar uma nova unidade ou expandir a planta industrial no Estado. Santana sublinhou que a Allparts é reconhecida como uma das marcas mais lembradas pela indústria moveleira do Brasil na categoria Fitas de Borda feitas em melanina. Adiantou que são cerca de 800 padrões de cores e texturas que acompanham as linhas de design da indústria moveleira.
O projeto industrial prevê a criação de 100 novos postos de trabalho. A reunião teve a participação do diretor de Atração de Investimentos e Sala do Investidor da Sdect, Adriano Boff; do coordenador adjunto do Sistema Estadual para Atração e Desenvolvimento de Atividades Produtivas (Seadap), Nery dos Santos Filho; e do consultor Eloi Antônio de Paula.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia