Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 14/12/2017. Alterada em 13/12 às 18h41min

IPTU da Capital

Espero que a maioria dos vereadores de Porto Alegre deem ao prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) um belo não à sua segunda tentativa de empurrar goela abaixo a "reavaliação da planta do IPTU". Ele que governe com o dinheiro que tem e só reajuste imóveis individualmente que realmente estejam muito baixos, além de não dar nenhuma isenção para imóveis mais simples. Num regime quase sem inflação (pelo menos a que o governo informa) em que estamos, uma reavaliação dessas irá pesar de forma muito intensa em todos os anos futuros. (Rafael Alberti Cesa, Caxias do Sul/RS)
IPTU da Capital II
Realmente, os vereadores votarem contra tudo o que é proposta que o prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) envia à Câmara Municipal vai resolver mesmo o quê das finanças de Porto Alegre? A reavaliação da planta do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) foi feita, criteriosamente, por equipe de técnicos da Fazenda Municipal. Assim, o valor venal foi corrigido em moradias bem mais caras do que estava lançado. Uma questão de justiça, pois temos pessoas com imóveis bem simples pagando mais do que outros, situados do outro lado da rua, com maior metragem e bem mais valiosos. Isso é justo? Mas, liminar de vereador já impediu até o recebimento do projeto. (Marcelo Bernardes, Porto Alegre)
Décimo terceiro
Sem décimo terceiro salário no Estado e na prefeitura de Porto Alegre, apenas por empréstimo bancário, aí sim a situação do comércio varejista da Capital e do Estado ficará difícil. Enquanto isso, o estado de Santa Catarina está pagando tudo. Pobre Rio Grande do Sul. (Ana Maria Castanheda, Porto Alegre)
Pedestres
Li na coluna de Fernando Albrecht de 12/12/2017 do Jornal do Comércio sobre a irresponsabilidade dos pedestres. Concordo, pois nesta segunda-feira, dia 11/12/2017, vi senhora com boa idade caminhando no corredor de ônibus da Protásio Alves uns 50 metros até chegar na parada. E havia duas faixas de segurança antes e depois da parada, que, é claro, não foram usadas. Depois, só os motoristas é que são irresponsáveis? (Mariluz Fontes, dentista, Porto Alegre)
Voo a Bagé
Parabéns a Gol pelo voo experimental Porto Alegre-Bagé! A chegada da Two com a sua linha sistemática para Bagé será um marco para a cidade e entorno. Teremos a aeronave Cessna Caravan de nove passageiros fazendo a ligação aérea com Porto Alegre, uma vez que, a menor aeronave da própria Gol é o Boeing B737-700 de 146 lugares, ainda superdimensionado para o mercado local. (Claudio Lemes Louzada, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia