Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações internacionais

Notícia da edição impressa de 24/11/2017. Alterada em 23/11 às 22h35min

Em indireta a Trump, AIEA diz que Irã cumpre acordo nuclear

O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, afirmou, nesta quinta-feira, que o acordo nuclear entre o Irã, os Estados Unidos e outras cinco potências tem sido respeitado. Os comentários foram interpretados como uma resposta indireta ao presidente norte-americano, Donald Trump.
No mês passado, Trump se recusou a certificar que o Irã cumpre sua parte do tratado. Na avaliação do republicano, os benefícios concedidos a Teerã não são proporcionais às concessões que o país precisa fazer.
O Irã limitou seu programa nuclear em troca do fim das sanções relacionadas ao seu programa nuclear. Há, porém, um projeto legislativo no Congresso dos EUA que imporia mais condições para o alívio existente às sanções norte-americanas, o que, segundo o governo iraniano, violaria o acordo.
Amano afirmou ao conselho de 35 países da AIEA nesta quinta-feira que "os compromissos assumidos pelo Irã têm sido implementados".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia