Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Finados

Notícia da edição impressa de 03/11/2017. Alterada em 02/11 às 20h48min

Cemitérios de Porto Alegre registram grande movimento no feriado

Jardim da Paz realizou sua tradicional 'chuva' de pétalas

Jardim da Paz realizou sua tradicional 'chuva' de pétalas


CLAITON DORNELLES /JC
As pessoas vão, mas as lembranças ficam. Celebrado nesta quinta-feira, o Dia de Finados gerou grande movimento nos cemitérios de Porto Alegre, de pessoas que já perderam entes queridos e aproveitaram a folga para relembrá-los e prestar homenagens.
O Cemitério Jardim da Paz preparou missas e cultos durante o dia. Pela manhã, houve o tradicional lançamento aéreo de pétalas de rosa em cima das lápides. À tarde, foi realizada uma missa no Templo Ecumênico.
No Cemitério da Santa Casa houve programação desde as 9h, com a apresentação de um coral em meio às lápides. Foi promovida uma missa campal pelo arcebispo da Capital, dom Jaime Spengler, e, depois, outra apresentação homenageou os finados - a Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul entoou canções aos presentes no estacionamento do cemitério. À tarde, a professora de Literatura Adriana Scherner contou histórias de apoio a enlutados ao público.
O Cemitério São Miguel e Almas ofereceu uma missa na Igreja São Miguel, celebrada pelo padre Kauê Antonioli Pires. Depois disso, foi realizada uma procissão com bênção aos túmulos, nas galerias do cemitério. O estabelecimento também abriu espaço para serviços especiais à comunidade durante todo o dia, como confissões, aconselhamentos sobre o luto e espaço com música para reflexões.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia