Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga dos campeões

21/11/2017 - 20h10min. Alterada em 21/11 às 20h10min

Com 2 de Firmino, Liverpool abre 3 a 0, mas cede empate ao Sevilla

Roberto Firmino vibra após anotar o tento contra a meta espanhola

Roberto Firmino vibra após anotar o tento contra a meta espanhola


CRISTINA QUICLER/AFP/JC
Em jogo movimentado, de seis gols, o Liverpool desperdiçou chance incrível de sacramentar sua classificação às oitavas de final da Liga dos Campeões com uma rodada de antecedência na fase de grupos. Jogando no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, o time inglês abriu 3 a 0 no primeiro tempo, mas levou pressão no segundo e cedeu o empate aos 47 minutos da etapa final, nesta terça-feira.
O brasileiro Roberto Firmino foi um dos destaques da partida, ao marcar dois dos três gols dos visitantes. Philippe Coutinho também brilhou, ao participar de dois gols. Do outro lado, o meia Paulo Henrique Ganso nem foi relacionado para a partida.
Na casa do adversário, o Liverpool abriu 3 a 0 aos 30 minutos de jogo - Mané anotou o terceiro gol. Mas a reação do Sevilla foi construída aos poucos na segunda etapa e culminou no gol de Guido Pizarro nos acréscimos. Os outros dois foram marcados por Ben Yedder, sendo um deles de pênalti.
O resultado manteve embolado o Grupo E da Liga dos Campeões. Com nove pontos, o Liverpool ainda é o primeiro colocado e só precisa de um empate na rodada final, contra o Spartak Moscou, no Anfield Road, para se classificar. O time russo tem seis pontos após empatar com o Maribor por 1 a 1, também nesta terça, e é o terceiro colocado.
Já o Sevilla ocupa o segundo posto, com oito pontos. Uma vitória sobre o Maribor na última rodada, fora de casa, garantirá os espanhóis nas oitavas de final, sem depender do outro resultado da chave.
O JOGO - Jogando na Espanha, o Liverpool não aliviou contra o Sevilla. Tanto que abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo. Philippe Coutinho bateu escanteio, Wijnaldum desviou de cabeça na primeira trave e Firmino, sem qualquer marcação na segunda, apenas completou para as redes.
O Sevilla teve duas oportunidades seguidas para empatar. Aos 18, Nolito deu belo corte no marcador e bateu colocado da entrada da área. A bola acertou o pé da trave e voltou nas mãos do goleiro. Na sequência, outra grande oportunidade desperdiçada. Ben Yedder investiu pela direita e bateu na saída do goleiro, para fora.
A resposta do Liverpool foi mais forte. Depois de Firmino perder chance cara a cara com o goleiro Sergio Rico, aos 20, o time visitante não desperdiçou no minuto seguinte. O segundo gol foi semelhante ao primeiro. Coutinho bateu o escanteio, o ataque desviou na primeira trave e Mané surgiu na segunda trave, livre de marcação, para marcar.
O terceiro gol veio aos 30. Mané disparou pela esquerda, entrou na área e bateu na saída do goleiro, que deu rebote. A bola parou nos pés de Firmino que não perdoou na pequena área. Foi o segundo gol do brasileiro na partida.
Depois de levar 3 a 0 no primeiro tempo, o Sevilla voltou com tudo para a etapa final. Após levar perigo em jogadas em sequência, o time espanhol descontou aos 6. Em cobrança de falta na área, Ben Yedder escorou de cabeça, se antecipando à marcação O mesmo Ben Yedder anotou o segundo, em cobrança de pênalti, aos 15, colocando fogo na partida.
A pressão alcançou o auge aos 17, quando Escudero encheu o pé da entrada da área. O goleiro Karius espalmou e viu a bola acertar o travessão. Nos instantes finais, o Sevilla se mandou para o ataque e arrancou o empate heroico aos 47 minutos, em cobrança de escanteio na área. A bola sobrou para Guido Pizarro, que só bateu para as redes, no meio do tumulto na área.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia