Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

série B

16/11/2017 - 11h09min. Alterada em 16/11 às 11h09min

Pressa do Inter por novo técnico pode dificultar negociação com Abel Braga

Campeão do Mundo em 2006, Abel treinou o Inter pela primeira vez em 1988; última passagem foi em 2014

Campeão do Mundo em 2006, Abel treinou o Inter pela primeira vez em 1988; última passagem foi em 2014


LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESS/JC
Folhapress
O Inter quer anunciar seu novo técnico "o quanto antes". E essa pressa pode atrapalhar na conversa com o nome predileto para o cargo. Como Abel Braga ainda tem contrato com o Fluminense, não deve negociar nada para 2018 enquanto a ligação com os cariocas existir.
Abel tem por definição não romper contrato com qualquer clube. Além disso, possui forte ligação com o Fluminense e, mesmo com o time longe das primeiras posições, goza de respeito e admiração da direção do clube. Não pretende arranhar tal imagem.
O vínculo do treinador tem mais um ano de duração e o rompimento apresenta-se com duas alternativas. A primeira é o treinador solicitar saída do clube e negociar a multa rescisória. A segunda é o Inter arcar com o pagamento pela rescisão integralmente, como fez com Guto Ferreira. O valor, desta vez, supera R$ 1 milhão.
E o Inter quer resolver isso para ontem. Segundo o vice de futebol Roberto Melo, a meta é ter o novo treinador contratado o quanto antes para "não perder tempo".
"Não temos prazo. Vamos tentar fazer isso acontecer o quanto antes para não perdermos tempo. Os melhores treinadores, geralmente, têm uma procura muito grande e o mercado cada vez mais restrito. Então vamos tentar o quanto antes achar o nosso treinador para o ano que vem", afirmou.
Além das características elencadas nos últimos dias, a direção vermelha tratou de esclarecer que não descarta técnicos empregados ou mesmo qualquer nome que não esteja no mercado. A única situação tabulada é que a ideia é não contratar técnico estrangeiro no momento.
"Pode ser empregado, pode ser que esteja empregado até o fim do campeonato, pode ser que não esteja trabalhando. Temos alguns nome se vamos a partir de hoje (quarta-feira) trabalhar mais em cima deles", completou.
Roger Machado é o segundo na lista de alvos. O técnico teve passagens recentes por Grêmio e Atlético-MG e está aguardando contato para firmar com Inter. A reportagem apurou que Roger gostaria de comandar o time vermelho e um acerto poderia acontecer rapidamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 16/11/2017 16h19min
COLORADOS, SEGUE A MINHA ANTEPENÚLTIMA CRÔNICA NA SÉRIE B!!!nnMesmo sendo abençoado por Deus diariamente, e um otimista torcedor Colorado, talvez um projeto de escritor, ainda sem dinheiro no banco, acredito que seja o momento de virar o disco e tentar buscar novos horizontes para as minhas palavras. Lamento para alguns ou alegria de outros, que por motivo de não ter mais nada interessante para escrever sobre o time do Internacional, este será meu antepenúltimo texto postado aqui neste espaço vencedor em 2017. É um desafio diário ter muitas inspirações e aguardar à hora certa para poder escrever e compartilhar por aí... Penso que foi ótimo para um escritor anônimo como eu, poder ter a companhia de todos vocês para o meu crescimento espiritual e intelectual, porque ser poeta, escritor num país como o Brasil, é uma grande benção de DEUS que se renova diariamente. Sempre escrevi sem magoar ninguém, e isto para mim é maravilhoso, é como comemorar muitos GOLSSS do nosso INTERNACIONAL que ficaram somente nos nossos tremendos sonhos nesta Série B, que está ficando para trás. Vivo democraticamente através deste lindo caso de amor que eu tenho com as palavras, mas, cansei de escrever sobre a saga COLORADA na Série B, ainda bem que subiu mesmo sem jogar nada. Muito obrigado a todos pela paciência comigo. Abs. Dorian Bueno Google+Plus, POA, 16.11.2017nn