Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 04 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

04/11/2017 - 11h24min. Alterada em 04/11 às 11h26min

Felipe Massa anuncia aposentadoria da Fórmula 1

Massa anuncia no Instagram que deixará F1 e avisa: "Mas desta vez é verdade"

Massa anuncia no Instagram que deixará F1 e avisa: "Mas desta vez é verdade"


Instagram/Reprodução/JC
O piloto Felipe Massa anunciou neste sábado (4) sua aposentadoria da Fórmula 1 e disse que agora é para valer. No ano passado, ele chegou a se despedir da categoria, mas voltou atrás e correu a atual temporada pela Williams. 
Desta vez, Massa utilizou seu perfil no Instagram para postar um vídeo sobre a decisão e avisou que deixará a categoria após as últimas duas provas desta temporada, em Interlagos, no Brasil, no dia 12, e em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, no dia 26. Foram dois vídeos - um em português e outro em inglês. O que ele disse:
"Fala, pessoal. Bom, como vocês sabem, ano passado eu anunciei que iria encerrar minha carreira na Fórmula 1, e a Williams pediu para eu continuar mais uma temporada. Eu continuei. Mas desta vez é verdade, vai ser minha última corrida em Interlagos, no Brasil, e em Abu Dhabi. Queria agradecer toda a torcida e todo o carinho, todo o suporte da minha família, dos meus amigos e patrocinadores, todo o carinho de todos vocês que torceram por mim durante todo esse tempo e que continuem torcendo em outras categorias, em outros campeonatos pela frente. E nos vemos no Brasil e em Abu Dhabi. Um beijo em todos vocês e valeu!."
A Williams confirmou a informação e divulgou nota em seu site oficial. A escuderia falou sobre a importância de Massa para a equipe. Ele chegou na Williams em 2014 e ajudou a alcançar o terceiro lugar no Mundial de Construtores de 2014 e 2015 e em quinto lugar, em 2016.
A chefe principal da escuderia, Claire Williams, agradeceu ao brasileiro pelos quatro anos de trabalho e destacou o comprometimento de Massa em adiar sua aposentadoria para contribuir com a Williams por mais uma temporada.
"Gostaria de agradecer ao Felipe por tudo o que ele fez pela equipe nos últimos quatro anos. Foi um absoluto prazer trabalhar com ele. Estamos especialmente gratos que ele aceitou adiar sua aposentadoria da Fórmula 1 por um ano depois que Valtteri (Bottas) se juntou à Mercedes, o que demonstrou a importância do relacionamento que construímos juntos. Nós o admiramos, pois sabemos que não foi uma decisão fácil para ele retornar, depois de ter uma despedida tão emocionante no fim do ano passado. Em nome de Sir Frank e de toda a equipe, nós desejamos o melhor para Felipe em seu futuro."

Massa tem 11 vitórias em 272 corridas

Massa tem 272 Grandes Prêmios disputados entre 2002 e 2017. No total, acumulou 11 vitórias em sua carreira, conquistou 16 pole positions, fez 15 melhores voltas e esteve presente no pódio em 41 provas. Em meio ao momento ruim da Williams, na qual continua sem conseguir resultados expressivos, ele agora se despede da Fórmula 1 no dia 26 de novembro em Abu Dhabi.
O brasileiro viu o seu desempenho na Fórmula 1 começar a cair de forma mais significativa a partir do GP da Hungria de 2009, quando sofreu um grave acidente no treino de classificação para a prova. Naquela ocasião, foi atingido em cheio no capacete por uma mola que se soltou do carro do seu compatriota Rubens Barrichello. Massa bateu forte em seguida, precisando ser levado ao hospital em estado preocupante. Após o trauma, ele só voltou a correr em 2010.
Ao lado de Rubinho, Massa é o quarto brasileiro com maior número de vitórias na Fórmula 1, com 11 cada um. Os dois só ficam atrás de Ayrton Senna, que acumulou 41 triunfos, Nelson Piquet (23) e Emerson Fittipaldi (14).
Em sua trajetória na F-1, Massa disputou três temporadas pela Sauber entre 2002 e 2005, sendo que em 2003 atuou como piloto de testes da Ferrari e ficou fora do grid do campeonato. E ele foi titular da tradicional equipe italiana entre 2006 e 2013, antes de ser contratado pela Williams, na qual está desde 2014.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia