Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

21/11/2017 - 15h27min. Alterada em 21/11 às 15h42min

Aneel suspende reajuste da CEEE por inadimplência da estatal

O reajuste tarifário anual da CEEE seria válido a partir desta quarta-feira, mas foi suspenso

O reajuste tarifário anual da CEEE seria válido a partir desta quarta-feira, mas foi suspenso


MARCO QUINTANA/JC
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) suspendeu nesta terça-feira (21) o reajuste tarifário anual da CEEE, que atende 1,6 milhão de unidades consumidoras em Porto Alegre e outros 71 municípios do Rio Grande do Sul. A distribuidora teria direito a um aumento nas tarifas, mas esse reajuste não pôde ser aplicado, pois a empresa está inadimplente e deixou de pagar encargos intrassetoriais.
Quando isso acontece, a Aneel suspende o reajuste a que a empresa teria direito, para obrigá-la a regularizar a situação o mais rápido possível. Só assim a companhia terá o direito de aplicar as novas tarifas. O reajuste tarifário anual da CEEE seria válido a partir desta quarta-feira (22). Enquanto o processo estiver suspenso, as tarifas aprovadas em 2016 serão mantidas, e os clientes não sentirão qualquer mudança na conta de luz.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia