Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

09/11/2017 - 22h22min. Alterada em 09/11 às 23h27min

Porto Alegre discute ações para ser a cidade mais sustentável e inovadora da AL em 2030

Evento vai apresentar experiências em diversas áreas e ocorrerá na Escola de Engenharia da Ufrgs

Evento vai apresentar experiências em diversas áreas e ocorrerá na Escola de Engenharia da Ufrgs


Zispoa/Divulgação/JC
Porto Alegre vai sediar durante três dias um encontro que vai compartilhar experiências e incentivar a inovação sustentável nas cidades. É o ONU-Habitat Urban Thinkers Campus, que começa nesta sexta (10), continua no sábado (11) e só termina no domingo (12) na Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na Praça Argentina, 9, próxima ao Centro Histórico da Capital. 
O fórum internacional é promovido pela Global Urban Development (GUD) e a Escola de Engenharia. O programa que será intenso, entre as 9h e 18h, com acesso gratuito, potencializará debates e discussões em torno da chamada Nova Agenda Urbana. A Nova Agenda Urbana, adotada em outubro de 2016, em Quito, no Equador, é o documento que vai orientar a urbanização sustentável pelos próximos 20 anos. A meta é tornar igual as oportunidades para todos e manter as cidades mais limpas.
A criação de Zonas de Inovação Sustentável (ZIS) é um dos mecanismos de disseminação e fomento da Nova Agenda Urbana, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o Acordo do Clima de Paris. São estes movimentos que serão inspiradores dos debates entre especialistas, empreendedores, incentivadores de projetos focados em sustentabilidade nas grandes cidades e, claro, muitos jovens ligados a universidades.
O diretor do GUD e um dos idealizadores da ZIS Porto Alegre (Zispoa) lançada em 2015, o professor norte-americano Marc Weiss, destaca que o evento será muito importante para que Porto Alegre possa ser a cidade mais sustentável e inovadora da América Latina em 2030. O prazo foi estipulado pelos participantes da ZIS para que medidas sejam implementadas e elevem a cidade a este patamar. É um longo caminho ainda.
"A Zispoa tem tido excelentes progressos em dois anos com o empodeiramento dos cidadãos, empreendedorismo engajado e estratégia baseada em colaboração", ressalta Weiss. O professor observa que a zona sustentável funciona como um catalizador de iniciativas para promover a prosperidade econômica e a qualidade de vida em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul. "A Zispoa pode se tornar modelo internacional para a criação de ZIS em outras cidades, estados e países para ajudar a ativar a Nova Agenda urbana, cumprir os objetivos de desenvolvimento e o acordo do clima", aposta o diretor e fundador do GUD.  
Em Porto Alegre, já foi lançada a ZIS-POA. Agora está prestes a ser demarcada. O Projeto de Lei 293/2017, do vereador André Carús (PMDB), que tramita na Câmara Municipal define o perímetro da zona. os limites compreendem os bairros Bom Fim, Farroupilha, Floresta, Independência, Rio Branco e Santana. Parte do chamado Quarto Distrito, área que já foi território industrial, está na ZIS-POA.
Carús, que participa do Hanitat Thinkers Campus, critica a falta de interesse do setor público no assunto e aposta que o movimento "auxiliará na adoção novas práticas que favoreçam a instalação da área". No sábado, Carús aborda o tema da energia solar. "A sociedade civil precisa ser incentivada e estar aberta a novos projetos que viabilizem a sustentabilidade”, afirma o vereador. A previsão é que a criação da ZIS vá à votação ainda este ano. 
Confira a programação do evento:
Local: Escola de Engenharia da UFRGS (Praça Argentina, 9 - Centro Histórico)
Acesso: entrada gratuita
Inscrições: acesse o link
Sexta-feira - 10 de novembro:
  • 9h às 9h30: Abertura, com Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, diretor da Escola de Engenharia da Ufrgs, e Marc Weiss, do GUD, Zispoa e Ufrgs
  • 9h30 às 10h: Laboratório Urbano - Programa de Abrigo Arcadis uma Parceria entre ONU-Habit e Campanha pelo Nepal. Com Mauricio Aoki de Amaral, Arcadis e ONU-Habitat Campanha Urbana Mundial
  • 10h às 12h: Sessão Urban Thinkers: Inovação Sustentável na UFRGS
  • 13h às 14h30: Laboratório Urbano: Lutzenberger - For Ever Gaia (documentário sobre José Lutzenberger)
  • 14h30 às 16h: Laboratório Urbano: Substantivo Feminino (documentário sobre Giselda Castro e Magda Renner)
  • 16h às 18h: Sessão Urban Thinkers: História e Futuro da Inovação Sustentável em Porto Alegre
  • 18h30 às 20h30: Mesa Redonda: Casas Colaborativas, Espaços de Coworking e Inovação Sustentável em Porto Alegre
Sábado - 11 de novembro
  • 9h às 10h30: Sessão Urban Thinkers (Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável em Porto Alegre
  • 10h30 às 12h: Laboratório Urbano: Professores Conselheiros da Zispoa nas Universidades (ZUNI)
  • 13h às 14h30: Mesa Redonda: Energia Solar para a Zispoa e Porto Alegre
  • 14h30 às 16h: Mesa Redonda: Zispoa e Porto Alegre Amigáveis para Bicicletas
  • 16h30 às 18h30: Plenária: Zonas de Inovação Sustentável e a Nova Agenda Urbana, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Acordo do Clima de Paris
  • 19h às 23h: Green Drinks, happy hour, networking e celebração do UTC
Domingo - 12 de novembro 
  • 14h às 15h: Laboratório Urbano: Coletivos Criativos @ Porto Alegre (documento sobre casas colaborativas e economia criativa em Porto Alegre)
  • 15h às 17h: Mesa Redonda: Casas Colaborativas, Espaços de Coworking e a Economia Criativa em Porto Alegre
  • 17h às 18h: Plenária de Encerramento
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia