Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 01 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

varejo

Alterada em 01/11 às 22h12min

Lojas Americanas reverte prejuízo e tem lucro de R$ 23,1 milhões

A Lojas Americanas registrou no terceiro trimestre de 2017 um lucro líquido de R$ 23,1 milhões, revertendo assim o prejuízo de R$ 70,6 milhões apurado no mesmo período do ano anterior. O dado no acumulado dos primeiros nove meses do ano mostrou prejuízo de R$ 47,1 milhões, número 7,3% pior que as perdas de R$ 43,9 milhões do ano passado.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado ficou em R$ 630,6 milhões no critério ajustado no terceiro trimestre, alta de 6,1% sobre o mesmo intervalo do ano anterior. Em nove meses, o Ebitda consolidado chegou a R$ 1,753 bilhão, 2,3 maior que o do mesmo período de 2016.
Na visão controladora (que reflete os dados do varejo físico), o Ebitda ajustado foi de R$ 471,2 milhões no terceiro trimestre, 4,1% maior na comparação anual. No acumulado até setembro, o Ebitda da controladora foi R$ 1,348 bilhão, alta de 4,8% sobre 2016. O ajuste no Ebitda é feito pelas linhas de outras despesas e receitas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.
No trimestre, a receita líquida consolidada foi de R$ 3,839 bilhões, recuo de 3,2% sobre os mesmos três meses de 2016, ao passo que a controladora registrou receita de R$ 2,338 bilhões, crescimento de 3,7% na mesma comparação. No acumulado de nove meses, a receita líquida consolidada caiu 2,8% para R$ 11,511 bilhões e a da controladora aumentou 4,7%, para R$ 7,166 bilhões, em relação a 2016.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia