Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 03/11/2017. Alterada em 02/11 às 20h47min

A Guarda Municipal...

GUARDA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE/ACERVO/JC
A Guarda Municipal de Porto Alegre, a mais antiga do País, completa hoje 125 anos. A corporação data de 1892. Na foto, um desfile com traje de gala. Ela inspirou a criação da Guarda Civil, anexada à Polícia Civil nos anos 1960. Originalmente, sua tarefa era guardar o patrimônio municipal, ação ampliada hoje para o auxílio à segurança pública.

...e a Guarda Noturna


GUARDA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE/ACERVO/JC
O policiamento ostensivo e de trânsito até 1965 era feito pela Guarda Civil, cujo uniforme era bem parecido com a municipal. Havia ainda um serviço independente, a Guarda Noturna, em que era preciso contratar o serviço, autenticado por um distintivo fixado na porta das residências. Varavam a madrugada apitando para alertar os lalaus e avisar os colegas.
 

Tiro no pé

Interessante um dos argumentos que o Cpers esgrima para justificar a manutenção da greve, que está procrastinando o ano letivo de milhares de alunos. O sindicato diz que é contra a renegociação da dívida do Estado com a União. Neste caso, que o Estado siga sem fôlego financeiro, o que, entre outras tragédias, se traduz no atraso no pagamento do funcionalismo.

Guerra perdida

Falece algum amigo ou familiar e a gente pergunta qual foi a causa mortis. Em proporção alarmante, a resposta é que o finado "padecia de tal doença", mas que o quadro complicou de vez por causa de alguma bactéria, quase sempre resistente a antibióticos. Estamos perdendo a guerra cá em cima e também lá em baixo.

Historinha de sexta

Grande agitação, ambulância da Samu, viatura da Brigada Militar, todos com luzes enlouquecidas, um ônibus parado, grande aglomeração de pessoas. Este era o cenário observado certa noite na esquina da avenida Protásio Alves com rua Eça de Queiroz, na frente da Caverna do Ratão. Um cliente do bar chope pergunta ao eterno popular o que tinha acontecido.
Um gambá que queria se matar. Se atirou na frente do ônibus.
Nossa! Morreu?
Não. O ônibus estava parado.

O case Antonov

O maior case de logística dos últimos 15 anos no Estado será tema do Menu Porto Alegre desta terça-feira na Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA). Quem explica o caso é o diretor da ES Logístics, Fabiano Ardigó, responsável pela operação que mobilizou sete aeronaves Antonov com 400 toneladas de cargas da Europa para o Rio Grande do Sul. A operação envolveu mais de 300 pessoas em quatro países.

Caminhada abortada

Já foi dito 1 milhão de vezes que é melhor tentar do que não fazer nada. O projeto da secretária de Desenvolvimento Social de Porto Alegre, Maria de Fátima Paludo, de começar a retirada dos moradores de rua em ambos os lados do Viaduto da Borges foi para as calendas gregas com sua demissão. Precisa de um projeto mais abrangente, justificou o alcaide. Também já foi dito 1 milhão de vezes que toda caminhada começa com um pequeno passo.

As vencedoras

O Tá na Mesa da Federasul desta semana teve como tema o empreendedorismo feminino. As convidadas Carla Telini (Grupo Press), Clenir Wengenowicz (TOK), Soraia Schutel (Sonata Brasil) e Rochele Silveira (Kurotel) falaram sobre sua trajetória e os desafios de empreender no Brasil. Ao abordarem o preconceito masculino, Simone Leite, presidente da Federasul, contou que "aqui na Federasul o preconceito foi bem explícito".

Miúdas

  • MP 806 que tributa os fundos de investimentos atinge pesado as famílias mais ricas.
  • IGREJAS Católica de Porto Mauá e Evangélica de Tuparendi celebraram culto ecumênico em comemoração aos 500 anos da Reforma Luterana.
  • FEIRA do Livro deste ano está bem pobrezinha. Parte da equação é que se lê cada vez menos.
  • ENTUPIU geral: 93% das decisões do STF são monocráticas. Por ano ingressam 80 mil novas ações.

Finais

  • TCE-RS é primeira Corte de Contas a receber certificação ISO 9001:2015 (ênfase em gestão de riscos em todos os processos).
  • BRASIL de Ideias da Revista Voto será dia 9/12h/Intercity Cidade Baixa com Fabiano Dallazen (procurador-geral de Justiça do Estado) e Claudio Lamachia, presidente da OAB.
  • HOSPITAL de Câncer Mãe de Deus promove, dias 10 e 11, o II Simpósio de Melanoma.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Evandro Colares 03/11/2017 06h04min
Sobre o "Tiro no Pé" a reivindicação dos Professores é justa para a não assinatura desse acordo da divida. Metade do orçamento brasileiro é consumido em juros e amortizações (previsão 2017 - 50,6%). Devemos para quem, pelo quê, quanto já pagamos são questões para serem respondidas antes de novo acordo. Ademais, o novo acordo só fará aumentar a dívida pública do RS. Até quando pagaremos essa conta?