Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de outubro de 2017. Atualizado às 22h01.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Somália

Notícia da edição impressa de 17/10/2017. Alterada em 16/10 às 22h57min

Ação terrorista deixa mais de 300 mortos e 400 feridos

Subiu para mais de 300 o número de mortos no ataque com caminhões-bomba na Somália no sábado, sendo ao menos 15 crianças. Outras 400 pessoas ficaram feridas, muitas com gravidade. Ainda há ao menos 70 desaparecidos.
O governo responsabiliza o grupo extremista Shebaab, que ainda não se pronunciou. Em publicação no Twitter, o ministro da informação do país, Abdirahman Osman, classificou o ataque como cruel e disse que países como Turquia e Quênia ofereceram ajuda médica. O atentado teve como alvo uma rua movimentada próxima de vários ministérios do governo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia