Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de outubro de 2017. Atualizado às 14h31.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Serviços Urbanos

09/10/2017 - 14h32min. Alterada em 09/10 às 14h32min

Evento para levar lixo seco à prefeitura de Porto Alegre é mantido

"Leve o seu lixo seco para o Marchezan" é o nome do evento que foi marcado para esta terça

"Leve o seu lixo seco para o Marchezan" é o nome do evento que foi marcado para esta terça


JONATHAN HECKLER/JC
A volta da coleta seletiva de lixo em Porto Alegre nesta segunda-feira (9), após cinco dias de suspensão, não foi suficiente para cancelar o evento convocado pelo Facebook "Leve o seu lixo seco para o Marchezan", marcado para esta terça-feira (10) entre as 17h e 19h. O ato convocado no sábado (7), que soma na tarde desta segunda mais de 6 mil interessados e 2,6 mil confirmações de presença, é uma crítica direta ao prefeito da Capital, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), visto como responsável pela interrupção do serviço. 
Atraso no pagamento de agosto fez a cooperativa responsável pelo contrato suspender o serviço na quarta-feira (4). Por dia, são recolhidos entre 45 e 60 toneladas de lixo seco, além de resíduo hospitalar, chegando a 100 toneladas. Depois de conversações entre a Cootravipa e a prefeitura que se intensificaram desde a sexta-feira (6), houve a confirmação na manhã desta segunda da volta do recolhimento. Há promessa do município de montar um cronograma de pagamento dos atrasados e apoio para o fornecimento de combustíveis.
"Apesar da decisão da Cootravipa em retomar o recolhimento do lixo seco, decidimos manter o evento", disse o cientista social Marcelo Soares, que criou o evento. Em troca de mensagens com pessoas que confirmaram presença, Soares disse que se definiu pela continuidade da agenda. 
"A mobilização representa um recado da população de Porto Alegre de que a coleta seletiva é uma conquista da cidade e não pode ser ameaçada pelos caprichos de um eventual prefeito, bem como de que os trabalhadores da Cootravipa e os catadores que dependem da coleta do lixo seco para sobreviverem merecem todo o nosso respeito e solidariedade", disse Soares em nota enviada ao Jornal do Comércio.
O lixo seco que for levado até a praça Montevidéu, em frente ao prédio do Paço, no Centro Histórico, será recolhido pelos catadores da Vila dos Papeleiros e da Vila Pinto. O grupo que apoia o evento também está incentivando quem for participar a levar alimentos não perecíveis para doação às famílias de catadores e dos cooperados da cooperativa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia