Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 28 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

série b

Alterada em 28/10 às 19h59min

Torcida vaia Inter após derrota em casa para o Ceará

Com a derrota, o colorado parou nos 61 pontos e adiou a conquista do acesso

Com a derrota, o colorado parou nos 61 pontos e adiou a conquista do acesso


Ricardo Duarte/S.C Internacional/JC
Folhapress
A derrota para o Ceará não agradou aos torcedores do Internacional, gerou vaias e o apupo do público tirou D'Alessandro do sério. Logo após o apito final, neste sábado (28), o Beira-Rio virou vaia e o camisa 10 contestou a posição do público. Além de encarar parte do estádio, o argentino comandou a retirada do grupo que habitualmente saúda os presentes.
D'Alessandro reagiu imediatamente às vaias e passou a encarar as arquibancadas. A atitude dele fez parte do estádio mudar a reação diante da atuação. O apupo foi silenciado em vários setores do Beira-Rio.
Mais de 38 mil pessoas foram ao Beira-Rio esperando pela 10ª vitória seguida do Inter como mandante. O time não jogou bem, levou gol no segundo tempo e perdeu. Antes de deixar o gramado, D'Alessandro caminhou pelo gramado passando o olho por mais de um setor. Depois, saiu correndo até o centro do gramado para reencontrar os colegas e comandar uma debandada sem aplauso do elenco em retribuição à presença de público.
"Passa reto", gritou o meia durante a saída pelo túnel de acesso. Pouco antes, ele bradou do gramado voltado para a torcida. "Quem vem tem que apoiar. Até o final, até o final", gritou. Aqui tem que ser fiel. Não pode vaiar. Vem aqui fazer melhor, então. Não pode vaiar. Apoio até o final", completou depois.
Com a derrota, o Internacional parou nos 61 pontos e adiou em pelo menos uma rodada a chegada ao número mágico da projeção do acesso. A liderança segue nas mãos do Colorado, que volta a campo na próxima sexta-feira diante do CRB, outra vez no Beira-Rio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia