Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

23/10/2017 - 10h05min. Alterada em 23/10 às 10h14min

Neymar enfrenta Messi e CR7 como único brasileiro em premiação da Fifa

Se vencer, o brasileiro vai repetir o feito de Kaká, último a derrotar o argentino e o português

Se vencer, o brasileiro vai repetir o feito de Kaká, último a derrotar o argentino e o português


LIONEL BONAVENTURE/AFP/JC
Folhapress
Nesta segunda-feira (23), às 16h30min (de Brasília), Neymar vai concorrer ao prêmio de melhor jogador do mundo contra Lionel Messi e Cristiano Ronaldo no "The Best", evento da Fifa que será realizado em Londres. Se vencer, o brasileiro do Paris Saint-Germain vai repetir o feito de Kaká, último a derrotar o argentino e o português.
Na época jogador do Milan, Kaká venceu justamente Messi e Ronaldo para ser eleito o melhor jogador do mundo em 2007. Desde então, o astro do Barcelona levou o prêmio em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, enquanto a estrela do Real Madrid venceu em 2008, 2013, 2014 e 2016.
Como o prêmio ainda leva em conta a reta final de sua passagem pelo Barcelona, Neymar é azarão na briga pela honraria. Com isso, a edição de 2017 deve representar mais uma disputa entre Messi em Ronaldo com o português sendo favorito e tendo a chance de igualar o número de prêmios do argentino.
Neymar será o único representante brasileiro no evento. No masculino, Gianluigi Buffon, Keylor Navas e Manuel Neuer disputam prêmio de melhor goleiro, e Massimiliano Allegri, Antonio Conte e Zinedine Zidane concorrem a melhor treinador.
O lateral-esquerdo Marcelo e o técnico Tite apareceram na penúltima lista de indicados ao prêmio, mas ficaram fora da relação de finalistas.
No feminino, Deyna Castellanos, Carli Lloyd e Lieke Martens concorrem a melhor jogadora, e Nils Nielsen, Gérard Prêcheur e Sarina Wiegman como melhor comandante de um time feminino.
O evento ainda vai revelar o dono do Prêmio Puskás, dando ao autor do gol mais bonito da temporada. Olivier Giroud, do Arsenal, Oscarine Masuluke, do Baroka, e Deyna Castellanos, da seleção feminina sub-17 da Venezuela, são os candidatos à honraria.
Além disso, também será dado um prêmio à melhor atuação de uma torcida. Os apoiadores de Borussia Dortmund, Celtic e Copenhague estão na disputa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia