Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 22 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

Alterada em 22/10 às 16h58min

Uefa apoia Conmebol para que Intercontinentais sejam reconhecidos como Mundiais

A Conmebol recebeu o apoio da Uefa para conseguir que a Fifa reconheça como Mundiais os títulos intercontinentais, disputados antes do Mundial de Clubes, organizado pela entidade e que teve a sua primeira edição realizada em 2000. O pedido começa a contar a partir de 1960 e não inclui a Copa Rio de 1951, que o Palmeiras reivindica para ser tratado como um Mundial.
O Conselho da Fifa vai ser reunir nos próximos dias na Índia, com os dirigentes sul-americanos pressionando o presidente Gianni Infantino para reverter uma decisão recentemente tomada pela entidade. O Estado apurou que a Europa já indicou à Conmebol que está disposta a apoiar a ideia, inclusive para valorizar seus próprios clubes que, ao longo de décadas, também foram campeões.
Se os sul-americanos insistem com a ideia, a Conmebol diz não ter argumentos para defender que torneios antes de 1960 sejam considerados como oficiais. Alejandro Domingues, presidente da entidade, explicou ao Estado que o ano de 1960 foi escolhido por conta do início também da Copa Libertadores, que definia quem era o representante da região na disputa contra o campeão europeu. Seriam beneficiados com essa decisão o Flamengo, Grêmio, São Paulo e o Santos.
"A Fifa reconhece e valora as iniciativas de estabelecer competições de clubes de dimensões mundiais ao longo da história", disse a entidade no ano passado. "Esse foi o caso de torneios envolvendo clubes europeus e sul-americanos, como a pioneira Copa Rio, jogada em 1951 e 1952, e a Copa Intercontinental", afirmou.
Apesar dos elogios, a entidade esclareceu na época que não podia conceder sua chancela de "oficial" a essas iniciativas. A ideia da Conmebol, então, é mudar essa decisão. "Entretanto, não foi até 2000 que a Fifa organizou o estreante Mundial de Clubes da Fifa, com representantes de todas as seis confederações", explicou. "Os vencedores dessa competição, que passou a ser organizada anualmente a partir de 2005, são aqueles considerados oficialmente pela Fifa como campeões mundiais de clubes".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia