Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

grêmio

Alterada em 19/10 às 20h32min

Após oportunidade na seleção, Arthur renova com o Grêmio até 2021

Arthur disputou 42 partidas no ano tendo anotado dois gols

Arthur disputou 42 partidas no ano tendo anotado dois gols


Luciano Amoretti/Grêmio FBPA/Divulgação/JC
Um dos destaques deste Campeonato Brasileiro, o volante Arthur acertou sua permanência no Grêmio por mais quatro temporadas. Nesta quinta-feira, a diretoria do clube gaúcho anunciou a renovação contratual do jogador de 21 anos até dezembro de 2021.
"Hoje é um dia muito especial, queria agradecer a todos que fizeram parte deste sonho que estou realizando. Renovei com nosso Grêmio até 2021. Obrigado a todos os torcedores, todos os profissionais que me ajudaram. Estou muito feliz aqui na minha casa", declarou o jogador ao site do clube.
Natural de Goiânia, Arthur começou na base do Goiás mas chegou ainda adolescente para atuar nos times inferiores do Grêmio. O jogador acumulou passagens pelas seleções de base até ganhar uma chance como profissional em 2015, aos 18 anos, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari.
Mas foi somente na atual temporada que Arthur se estabeleceu como titular do Grêmio, aproveitando as oportunidades que surgiram com as frequentes lesões de Maicon. Rapidamente, o volante mostrou serviço, conquistou a confiança de Renato Gaúcho e se tornou um dos destaques da equipe.
A fase de Arthur é tão boa que o jogador recebeu sua primeira oportunidade na seleção brasileira ao ser convocado pelo técnico Tite para as partidas contra Bolívia e Chile, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo do ano que vem, mas ficou no banco em ambas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia