Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 27 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 27/10/2017. Alterada em 26/10 às 23h04min

Venâncio Aires recebe primeira abertura oficial da colheita do Tabaco no Estado

A partir deste ano, o Rio Grande do Sul passará a contar com mais uma data relacionada à agropecuária no calendário. Nesta sexta-feira, acontece em Venâncio Aires a primeira edição da Abertura da Colheita do Tabaco. O evento ocorre na propriedade do produtor Antônio Alcir Coutinho (km 64 da RS-287), às 15 horas. 
Realizada próxima ao Dia do Produtor de Tabaco, comemorado em 28 de outubro, a abertura da colheita também celebrará a importância das 150 mil famílias dedicadas à produção. A iniciativa é coordenada pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, com apoio do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), prefeitura de Venâncio Aires, Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS). 
Durante a Abertura da Colheita do Tabaco, também ocorre a renovação do convênio do Programa Milho, Feijão e Pastagens no Rio Grande do Sul, que envolve o SindiTabaco, as secretarias estaduais de Agricultura, Pecuária e Irrigação, e do Desenvolvimento Rural; a Fetag-RS; a Farsul; e a Afubra. Na safrinha de 2017, a diversificação rendeu aos produtores R$ 415 milhões em milho, R$ 128 milhões em feijão e R$ 57 milhões em soja.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Paulo C Machado 27/10/2017 08h06min
O beleza, parabéns aos fumicultores. Uma das culturas mais injustiçadas, a que mais sofre mentiras por parte de ativistas antitabaco. Portanto, um parabéns aos batalhadores fumicultores.