Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 25/10 às 11h04min

Bovespa abre em alta, enquanto mercado monitora plenário da Câmara

A Bovespa abriu em alta na manhã desta quarta-feira (25) em que o mercado acompanha a sessão, no plenário da Câmara, em que será votada a segunda denúncia criminal contra o presidente da República, Michel Temer. Às 10h30min, o Ibovespa subia 0,66%, aos 76.853,14 pontos, conduzido pelas ações dos bancos e da Petrobras, e na contramão dos índices futuros em Wall Street.
Pouco antes do fechamento deste texto, a Câmara registrava presença de 190 parlamentares - desses, 117 estavam no plenário. Para o início do processo de votação, é necessário o registro de pelo menos 342 deputados na sessão plenária.
Apesar do consenso de que a matéria tende a ser barrada na Casa, os investidores estarão de olho no placar da votação, que servirá como um termômetro do apoio a Temer no Congresso e mostrará se o presidente terá capital político para aprovar mudanças na Previdência neste ano.
Pela manhã, o relator da reforma, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), afirmou que espera retomar as discussões pela aprovação da proposta logo após a votação desta quarta.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia