Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Consumo

Notícia da edição impressa de 24/10/2017. Alterada em 23/10 às 21h00min

Financiamentos de veículos sobem no Rio Grande do Sul

No terceiro trimestre, foram 80.133 unidades, aumento de 14,6%

No terceiro trimestre, foram 80.133 unidades, aumento de 14,6%


MARCO QUINTANA/JC/MARCO QUINTANA/JC
Os financiamentos de veículos no Rio Grande do Sul somaram 80.133 unidades novas e usadas no terceiro trimestre do ano, aumento de 14,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados consideram automóveis leves, motos e pesados. O levantamento é da B3, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.
De julho a setembro, as vendas financiadas de automóveis leves totalizaram 70.929 unidades, entre novas e usadas, alta de 15% ante ao mesmo período de 2016. Também foram financiadas 5.410 motos no período no Estado, alta de 23,5% na comparação anual.
O Sul possui o segundo maior volume de financiamentos de veículos em todo o Brasil. No terceiro trimestre do ano, a região acumulou 271.979 vendas de veículos a crédito, alta de 12,3% em relação ao mesmo período de 2016. Deste total, os leves foram responsáveis por 87% das negociações, somando 236.196 unidades financiadas.
O total de veículos financiados no Brasil no terceiro trimestre do ano somou 1.309.628 unidades, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, aumento de 12,2% em relação ao mesmo período de 2016. Desse total, as vendas a crédito de veículos novos atingiram 469.680 unidades, enquanto os usados chegaram a 839.948.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia