Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de março de 2019.
Início do Outono.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

Edição impressa de 04/10/2017. Alterada em 03/10 às 21h17min

Eletrosul irá incorporar a CGTEE

Em fato relevante, a Eletrobras informou que o seu Conselho de Administração aprovou o início de reestruturação societária entre as suas subsidiárias, a CGTEE e a Eletrosul, o que significará a incorporação da primeira empresa pela segunda. O motivo é a obtenção de sinergias operacional, tributária, econômico-financeira e societária. A conclusão da ação dependerá das exigências legais e contratuais, e de aprovações pelos órgãos regulatórios e governamentais. A CGTEE foi constituída em julho de 1997 e é responsável pelo complexo termelétrico a carvão de Candiota, constituído pelas Fases A, B e C. Já a Eletrosul foi criada em 1968 e atua nas áreas de geração, transmissão e comercialização de energia, e ainda em telecomunicações.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
DIEGO CARDOSO SEVERO 20/03/2019 08h44min
Na verdade foi a CGTEE que incorporou a Eletrosul, quem tem o crédito é a CGTEE sendo que a Eletrosul está com um defici perante o governo federal.
Fabrício Aguirre 05/10/2017 16h08min
Pelo que ouvi, a CGTEE que irá absorver a Eletrosul.