Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de setembro de 2017. Atualizado às 19h00.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

terremoto

20/09/2017 - 11h01min. Alterada em 20/09 às 11h08min

Número de mortos após terremoto no México passa de 200

Dezenas de prédios ruíram na Cidade do México e em Estados próximos

Dezenas de prédios ruíram na Cidade do México e em Estados próximos


Pedro PARDO/afp/jc
A agência de defesa civil do México informou na madrugada desta quarta-feira (20) que já foram confirmadas ao menos 226 mortes após o terremoto de 7,1 pontos que atingiu o país na véspera. Dezenas de prédios ruíram na Cidade do México e em Estados próximos.
O chefe da agência, Luis Felipe Puente, informou pelo Twitter que há 117 vítimas fatais confirmadas na Cidade do México, 55 no Estado de Morelos (que fica ao sul da capital do país), e 39 no Estado de Puebla - onde o abalo teve seu epicentro. Outras 12 pessoas morreram no Estado do México (que circunda a capital) e três no Estado de Guerrero. O número da Defesa Civil não incluiu uma morte no Estado de Oaxaca, anunciada por autoridades locais.
O epicentro do tremor foi na cidade de Raboso, em Puebla, a 123 quilômetros a sudeste da Cidade do México.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia