Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 19h44.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações internacionais

08/09/2017 - 15h27min. Alterada em 08/09 às 15h27min

Coreia do Sul aumenta potência de sistema antimísseis devido a Pyongyang

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, disse que aumentou a potência do controverso sistema de defesa de mísseis de alta tecnologia porque seu país enfrenta uma ameaça de segurança "sem precedentes" da Coreia do Norte.
Moon também expressou arrependimento sobre os confrontos entre manifestantes e policiais que deixaram dezenas de feridos na quinta-feira, quando militares dos Estados Unidos adicionaram mais quatro lançadores ao sistema antimísseis THAAD.
A bateria de proteção do THAAD normalmente consiste em seis lançadores que podem disparar até 48 mísseis interceptores, mas apenas dois lançadores estavam ativos.
O local em que o THAAD está localizado, um antigo campo de golfe, tem preocupado residentes locais, por causa de rumores relacionados a riscos para a saúde. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia