Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 17h09.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Meio Ambiente

Notícia da edição impressa de 04/09/2017. Alterada em 03/09 às 21h36min

Descarte irregular de óleo no Guaíba é contido

A prefeitura de Porto Alegre conteve, ontem, um descarte de óleo na região da Ilha da Pintada. Via denúncia ao 190, relatos contavam que resíduos estavam obstruindo a saída de esgoto, exalando forte odor, semelhante a produtos químicos, e deixando uma mancha nas águas do Guaíba. A ação foi realizada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, pelo Corpo de Bombeiros, pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental, pela Defesa Civil, pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, pelo Centro de Relações Institucionais e Participativas Ilha e da Guarda Municipal.
Durante a fiscalização, foi identificado o local onde o óleo foi descartado. A partir daí, técnicos da Fepam utilizaram mantas absorventes nas saídas das redes de esgoto, contendo a propagação do óleo nas águas do Guaíba. Os órgãos de saúde e o Departamento Municipal de Água e Esgotos já estão monitorando a situação.
O secretário municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes, lamentou o ocorrido. "É de se lamentar que, em pleno 2017, alguém, motivado por lucro, cometa essa atitude tão danosa." Clientes da empresa suspeita serão investigados. A fiscalização já recebeu informações sobre o possível suspeito e os órgãos darão sequência à denúncia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia