Porto Alegre, quinta-feira, 14 de setembro de 2017. Atualizado às 11h03.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

Painel

Notícia da edição impressa de 14/09/2017. Alterada em 14/09 às 11h07min

A juventude e o futuro das entidades de classe

Ana aponta o desafio de atrair a participação do jovem

Ana aponta o desafio de atrair a participação do jovem


MARCO QUINTANA/JC
As entidades de classe sofreram um duro golpe após a aprovação da reforma trabalhista, em julho deste ano. Além de modificar uma série de pontos na relação entre trabalhador e empregador, o projeto prevê o fim da contribuição compulsória aos sindicatos. Anteriormente, era permitido o desconto proporcional a um dia de trabalho, independentemente de filiação.
Com o painel Formação de Lideranças na Política de Classe, programado para esta quinta-feira, a intenção é discutir o futuro das associações a partir dessa nova realidade e da aproximação com os jovens que ingressam no mercado de trabalho.
Para a vice-presidente de gestão do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRC-RS), Ana Tércia Lopes, que integra o painel, os sindicatos precisam aprender a ouvir e entender os novos profissionais, a fim de se aproximar deles. "Algumas entidades são redutos de profissionais consagrados, há muito tempo na carreira sindical. O questionamento a ser feito é: o que fazer para atrair a participação do jovem", indaga Ana. Para modificar o cenário, tantos os líderes das entidades quanto os profissionais iniciantes precisam dialogar e ser mais flexíveis, com o intuito de manter forte o sindicato, na avaliação da dirigente.
Também participam do painel Joaquim de Alencar Bezerra Filho, vice-presidente de Política Institucional do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), e Márcio Shimomoto, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo (Sescon-SP), com mediação de Rogério Rokembach, coordenador do Comitê Administrador do Programa de Revisão Externa de Qualidade dos Auditores no Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Antiga p agina Inicial

Acesse o caderno especial online