Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de setembro de 2017. Atualizado às 11h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo

20/09/2017 - 18h07min. Alterada em 20/09 às 19h18min

Renner abre primeira filial em Gramado

Loja foi instalada em casarão de arquitetura afinada com a cultura local

Loja foi instalada em casarão de arquitetura afinada com a cultura local


Leslie Netto Mendes/Especial/JC
Patrícia Comunello
A abertura da primeira filial da Renner em Gramado serviu para agitar a cidade mais turística dos gaúchos em um dia de feriado com baixo movimento. A 315ª unidade da rede ocupa um casarão em madeira e com arquitetura típica da região que mescla imigração alemã e italiana localizado numa das principais avenidas da cidade. Turistas e moradores chegaram nas primeiras horas da manhã nas imediações atraídos pela novidade. A filial abriu às 11h e já tinha gente no lado de fora esperando para entrar.
A loja fica na avenida Borges de Medeiros, 2.153, uma das principais vias de chegada e fluxo da cidade. O casarão foi revitalizado, e tem dois andares dedicados ao varejo, distribuído em uma área total de 1,8 mil metros quadrados. A Renner investiu R$ 4,4 milhões para montar a 35ª operação no Rio Grande do Sul. Há duas semana, a rede, que integra o portfólio da Lojas Renner - maior no varejo de moda do País, estreou no exterior, abrindo a primeira loja no Uruguai, na capital Montevidéu. Outras três filiais já estão previstas para inaugurar no país até janeiro de 2018.
Segundo a estudante de hotelaria e moradora de Gramado, Leslie Netto Mendes, a expectativa para conferir era grande entre as pessoas que foram pela manhã ao endereço. "A cidade estava bem parada perto de outros feriados. Gramado estava precisando sim de uma Renner", opina Leslie. A moradora aprovou a escolha do ponto com construção em madeira. "Madeira é nobre, funciona como uma adaptação regional e ainda é um material quente, que aumenta a atratividade", comenta a estudante de hotelaria, que conferiu internamente a loja. 
> Confira no vídeo como é a loja de Gramado:
Na recepção, promotores entregavam balões com a logomarca da Renner. Música ambientou o astral do primeiro dia de funcionamento. Casais foram com filhos. O estacionamento ao lado do prédio ficou lotado com preço de R$ 1,85 a cada uma hora. Os espaços, em meio a roupas masculinas e femininas expostas em bancadas, seguem perfil das demais lojas da rede e de melhorias que são adotadas em inaugurações em 2017, com uso de 90% de iluminação em LED e uso de matérias-primas com menor impacto ambiental. O ponto também tem o Encantômetro, para medir a experiência dos consumidores na porta da loja. Segundo a companhia, a ferramenta captou 18,3 milhões de opiniões de clientes.
Em nota, a rede ressaltou a importância de ter uma loja na cidade que atrai 6 milhões de turistas por ano. Além disso, o diretor de Operações da Lojas Renner, Haroldo Rodrigues, reforça que há "parceria e cumplicidade com os moradores da região". 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Gustavo Bauer 21/09/2017 12h51min
A Lojas Renner, empresa de origem genuinamente gaúcha, tem seguidamente se destacado na mídia e nas redes sociais por sua crescente expansão como loja de departamentos para vestuário, utensílios para casa, leia-se Camicado e a You Com moda jovem. Irmanou-se com a J.C.Penney(USA), tornando-se empresa de capital aberto com lojas em grande parte do país e recentemente no Uruguai. Parabéns ao Sr. José Galló e staff administrativo vencendo a crise com competência e brilhantismo.