Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de setembro de 2017. Atualizado às 14h36.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo

Alterada em 12/09 às 14h40min

Após 'efeito JBS', confiança de empresários de supermercados volta a subir

A confiança dos empresários do varejo de supermercados voltou a subir em agosto, após uma queda em junho em meio a efeitos da crise política gerada pela delação de executivos da JBS. O índice de confiança, medido pela GfK em conjunto com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), chegou a 51,7 pontos numa escala que vai de 0 a 100. Em junho, o índice havia caído para 48 pontos.
Para Marco Aurélio Lima, diretor executivo da GfK, os dados indicam uma tendência de retomada do ânimo dos empresários com a economia. A melhora em agosto sinaliza ainda, segundo ele, a percepção de que o cenário macroeconômico tem evoluído positivamente, de forma descolada da crise política.
A projeção é de um aumento gradual na expectativa dos varejistas para os próximos meses. O resultado do índice de confiança de agosto ainda é inferior ao do mesmo mês do ano passado, quando atingiu os 56 pontos. Dados da GfK apontam ainda que, em agosto, 64% dos empresários disseram ter uma expectativa melhor para os próximos seis meses ante um porcentual de 46% que respondiam da mesma forma em junho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia