Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 14h14.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

Alterada em 08/08 às 14h15min

Temer diz que governo faz 'quase um pré-exercício' do parlamentarismo

Temer diz que Brasil deveria adotar o modelo francês ou o modelo português de parlamentarismo

Temer diz que Brasil deveria adotar o modelo francês ou o modelo português de parlamentarismo


Alan Santos/PR/DIVULGAÇÃO/JC
O presidente da República, Michel Temer, disse nesta terça-feira (8), que tem simpatia pelo parlamentarismo e que o Brasil, hoje adepto do presidencialismo, pode caminhar para isso. "De alguma maneira, estamos fazendo quase um pré-exercício do parlamentarismo. Em várias oportunidades, o Legislativo era tido como um apêndice do Executivo. No meu governo, não. O Legislativo é parceiro do Executivo. Temos trabalhado juntos", afirmou em São Paulo, onde participou de evento da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
Se o Brasil caminhar de fato para o parlamentarismo, Temer acredita que deveria ser adotado o modelo francês ou o modelo português, "em que o presidente da República, eleito, tem uma presença significativa no espectro governativo". "Se pudesse ser em 2018, seria ótimo, mas quem sabe se prepara o Parlamentarismo para 2022", comentou.
O evento da Fenabrave também contou com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, mas Temer garantiu que não chegou a conversar com o tucano sobre o possível desembarque do PSDB do governo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia