Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de agosto de 2017. Atualizado às 20h53.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

coreia do norte

Alterada em 29/08 às 20h55min

Coreia do Norte diz que continuará realizando testes de mísseis no Pacífico

A Coreia do Norte garantiu que continuará a realizar testes de mísseis tendo o Pacífico como alvo, após ter efetuado o lançamento de um projétil que sobrevoou o Japão antes de cair no mar. A promessa foi feita em uma comunicado divulgado pela agência estatal norte-coreana KCNA.
De acordo com a publicação, o líder do país, Kim Jong-un, expressou "grande satisfação" com o mais recente teste de míssil e disse que o lançamento é o primeiro passo de uma operação militar no Pacífico. Pyongyang também alertou que o teste "é um prelúdio significativo para conter Guam". No início do mês, a Coreia do Norte ameaçou lançar mísseis de médio a longo alcance no território de Guam, que é administrado pelos Estados Unidos e que contém bases militares americanas.
Para Kim Jong-un, o território de Guam é uma "base avançada de invasão", sendo necessário acelerar os trabalhos para colocar a força estratégica do país em uma base moderna, "realizando mais exercícios de lançamento de mísseis balísticos". De acordo com a KCNA, o último teste foi feito com o projétil Hwasong-12, de alcance intermediário. Além disso, os exercícios militares conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul foram usados como justificativa pela Coreia do Norte para o último lançamento.
Apesar de ter sobrevoado o Japão, "o míssil não representou impacto na segurança dos países vizinhos", disse o líder norte-coreano. Fotos de Kim Jong-un acompanhando o teste foram divulgadas pela KCNA.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia