Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de agosto de 2017. Atualizado às 16h08.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Terrorismo

17/08/2017 - 16h04min. Alterada em 17/08 às 16h09min

UE e EUA lamentam ataque em Barcelona e oferecem ajuda à Espanha

Na região atingida, as pessoas estão em choque e tentam entende o que aconteceu

Na região atingida, as pessoas estão em choque e tentam entende o que aconteceu


LLUIS GENE/Afp/jc
Agência Brasil
Os Estados Unidos, a União Europeia (UE) e a Bélgica expressaram solidariedade nesta quinta-feira (17) às vítimas do atentado em Barcelona que deixou pelo menos 13 mortos e 20 feridos. O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, lamentou em entrevista coletiva o atropelamento e ofereceu ajuda às autoridades espanholas na investigação do ocorrido.
O presidente do Parlamento Europeu (PE), Antonio Tajani, também manifestou "solidariedade às vítimas do atentado terrorista e apoio total às autoridades. Toda a UE está unida em defesa da paz", escreveu ele em sua conta no Twitter. O presidente da bancada de Socialistas e Democratas do Parlamento Europeu, Gianni Pittella, afirmou na mesma rede social que "a UE não se deixará vencer pelo pesadelo do terrorismo. Estaremos sempre com as vítimas e contra os sanguinários terroristas", disse.
O líder do Partido Popular Europeu, Manfred Weber, também mostrou apoio às vítimas do ataque terrorista e ao povo espanhol. "Lutaremos lado a lado contra o terrorismo e ganharemos esta batalha", escreveu.
A comissária de Comércio da UE, a sueca Cecilia Malmström, também se pronunciou na rede social. "Os nossos pensamentos estão com as vítimas e com as pessoas afetadas", afirmou. Também os clubes de futebol da cidade, o FC Barcelona e o Espanyol, lamentaram o atentado terrorista e demonstraram apoio às vítimas. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia