Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 11h59.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

Alterada em 08/08 às 12h03min

Em relatório, Japão cita Coreia do Norte como principal preocupação

A ameaça representada pela Coreia do Norte atingiu um novo estágio agora que o país é capaz de lançar mísseis balísticos intercontinentais e seu programa nuclear avançou, segundo relatório de defesa do governo do Japão.
A Coreia do Norte foi a principal preocupação citada no documento, que foi aprovado hoje pelo gabinete japonês, menos de duas semanas depois de Pyongyang testar seu segundo míssil intercontinental. Analistas dizem que o projétil teria capacidade de alcançar Los Angeles ou Chicago.
O último míssil testado pelo regime norte-coreano caiu a cerca de 200 quilômetros da ilha japonesa de Hokkaido.
O relatório do governo japonês também citou preocupações com ações agressivas da China nos espaços aéreo e marítimo da região e com a falta de transparência do país em relação a seu arsenal militar, com o orçamento de defesa triplicando em uma década.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia