Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de agosto de 2017. Atualizado às 09h38.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

População

Notícia da edição impressa de 31/08/2017. Alterada em 31/08 às 09h39min

Porto Alegre tem menor crescimento populacional entre capitais

Com 1,48 milhões de habitantes, Capital é a 10ª cidade mais populosa do País

Com 1,48 milhões de habitantes, Capital é a 10ª cidade mais populosa do País


JONATHAN HECKLER/JC
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros, com data de referência em 1 de julho deste ano. O Brasil tem 207,7 milhões de habitantes.
Um dado que chama a atenção é que a taxa de crescimento populacional, de 0,77% entre 2016 e 2017, foi menor que a registrada entre 2015 e 2016, de 0,80%. Isso porque quase um quarto do total de cidades brasileiras (24,7%, ou 1.378) tiveram taxas geométricas negativas, ou seja, apresentaram redução populacional. Em mais da metade dos municípios (53,6%, ou 2.986), as taxas de crescimento foram inferiores a 1%, e somente em 258 municípios (4,6% do total), igual ou superior a 2%. A taxa geométrica de Porto Alegre, de 0,26%, foi a menor entre todas as capitais.
São Paulo continua sendo a cidade mais populosa do País, com 12,1 milhões de habitantes, seguida por Rio de Janeiro, com 6,5 milhões; e por Brasília e Salvador, ambas com cerca de 3 milhões cada.
Porto Alegre tem 1.484.941 habitantes, é a 10ª no ranking de cidades mais populosas, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte, Manaus, Curitiba e Recife. No total, 17 cidades têm mais de 1 milhão de pessoas, somando 45,5 milhões de habitantes - ou 21,9% da população brasileira.
A mineira Serra da Saudade é a cidade de menor população, com 812 habitantes, seguida de Borá, em São Paulo, com 839, e Araguainha, no Mato Grosso, com 931 habitantes.
Em 2017, pouco mais da metade dos brasileiros (56,5%, ou 117,2 milhões) vive em apenas 5,6% dos municípios (310), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes.
As cidades com mais de 500 mil habitantes (42) concentram 30,2% da população do País, ou seja, 62,6 milhões de habitantes. Por outro lado, a maior parte das cidades (68,3%) possui até 20 mil habitantes e abriga apenas 15,5% da população (32,2 milhões).
As 27 capitais totalizam 49,4 milhões de habitantes, representando 23,8% da população brasileira. A maior taxa de crescimento demográfico entre as capitais, entre 2016 e 2017, foi a de Palmas (2,48%), e a menor, a de Porto Alegre (0,26%).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia