Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de agosto de 2017. Atualizado às 11h12.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

23/08/2017 - 10h58min. Alterada em 23/08 às 11h12min

Porto Alegre terá novo hospital com atendimento ao SUS

Unidade deve reduzir o fluxo de pacientes nas emergências de grandes casas de saúde

Unidade deve reduzir o fluxo de pacientes nas emergências de grandes casas de saúde


FREDY VIEIRA/JC
Stéphany Franco
Um novo hospital com 208 leitos será inaugurado em Porto Alegre no mês de novembro. O hospital Santa Ana vai funcionar em um espaço ocioso do Hospital Espírita, localizado no bairro Teresópolis. A medida deve reduzir o fluxo de pacientes nas emergências de grandes casas de saúde da cidade, como o Hospital de Clínicas e a Santa Casa de Misericórdia.
Para que fosse possível a criação de uma nova instituição de saúde, a Prefeitura de Porto Alegre, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), firmou uma parceria com a Associação Educacional São Carlos, a mesma que administra o conjunto hospitalar Mãe de Deus. A Associação será responsável pela locação do espaço e pelas obras a fim de que a estrutura do Santa Ana seja totalmente independente do Hospital Espírita.
Dos 208 novos leitos, 20 serão para atendimento simultâneo de pacientes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 16 leitos clínicos, 30 para atendimento de saúde mental, 75 de longa permanência, 59 de retaguarda e oito para os que necessitam de isolamento. A unidade contará com equipes de atendimento do programa Melhor em Casa, que acompanha pacientes em domicílio, além de um Centro de Recuperação Auditiva e Intelectual.
De acordo com o secretário da SMS, Erno Harzheim, a inauguração do Santa Ana servirá para reorganizar o sistema de saúde de Porto Alegre. "A ideia do hospital só foi possível depois que organizamos a "casa". Fizemos vários cortes de despesas, como de aluguéis de carros, contratos com motoristas, entre outros", diz. 
Os recursos para manter a nova unidade hospitalar em Porto Alegre virão da Associação Educacional São Carlos e do Governo Federal, através do Fundo Municipal de Saúde. Quanto a contratação de pessoal para atender às demandas, a Associação ficará responsável pela seleção. 
O Santa Ana será um hospital que atenderá pacientes através do Sistema Único de Saúde (SUS). A ideia é que até novembro alguns serviços já estejam disponíveis para a população. A expectativa de Harzheim é de que no próximo inverno a unidade já esteja funcionando com o seu número total de leitos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia