Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 16h34.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

31/08/2017 - 21h49min. Alterada em 31/08 às 21h49min

Vidal marca contra e Paraguai faz 3 no Chile em Santiago nas Eliminatórias

Richard Ortiz e Oscar Romero comemoram um dos tentos paraguaios contra os chilenos

Richard Ortiz e Oscar Romero comemoram um dos tentos paraguaios contra os chilenos


MARTIN BERNETTI/AFP/JC
Com uma ajuda de Arturo Vidal, o Paraguai voltou a sonhar com a vaga na Copa do Mundo de 2018 ao derrotar o Chile por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, em Santiago. O resultado reaproximou os paraguaios dos primeiros colocados e pode tirar os chilenos da zona de classificação.
Comandado pelo técnico Arce, o time paraguaio chegou aos 21 pontos, subindo para a provisória sexta colocação das Eliminatórias Sul-Americanas. Já o Chile estacionou nos 23 e segue na quarta colocação. Mas pode perder posições até o fim da rodada desta quinta. Somente os quatro primeiros entram direto no Mundial da Rússia - o quinto disputará repescagem.
Oscilando nestas Eliminatórias, o Chile entrou em campo nesta quinta disposto a furar a retranca paraguaia. Com os corintianos Balbuena e Angel Romero no banco de reservas, o Paraguai tinha poucas ambições em Santiago além de buscar um ponto se o bloqueio na defesa funcionasse até o apito final.
Mas o primeiro tempo paraguaio acabou muito melhor do que o técnico Arce esperava. Após conter o ímpeto chileno nos primeiros minutos, os visitantes contaram com uma preciosa ajuda dos anfitriões para abrir o placar. Foi aos 24 minutos, quando Óscar Romero cobrou falta na área e Vidal saltou bonito para acertar de cabeça e marcar belo gol, só que contra as próprias redes.
Daí em diante, o Chile se concentrou no campo de ataque, em busca do gol de empate. A melhor oportunidade aconteceu aos 40 minutos, quando Vargas arriscou forte chute de fora da área. O goleiro Anthony Silva caiu bem no canto e fez a defesa, evitando a igualdade no placar.
Pressionado, o time chileno tentou acelerar o jogo no começo do segundo tempo, sem sucesso. Para piorar, o Paraguai buscou o segundo gol aos 9 minutos. Após dividida na entrada da área, a bola sobrou para Cáceres pela esquerda. Ele bateu forte e o goleiro Bravo chegou a fazer o desvio antes de ver a bola entrar
O técnico Juan Antonio Pizzi, então, resolveu reforçar o ataque chileno. Colocou Valdivia, ex-Palmeiras, e Esteban Paredes em campo, nas vagas do atacante Castillo e do meia Marcelo Díaz. Paredes chegou a balançar as redes, aos 25, mas a arbitragem anulou o gol ao assinar impedimento. Foi o único suspiro do ataque chileno na etapa final.
O Paraguai, por sua vez, seguia preciso em suas investidas. O terceiro gol veio aos 47 minutos, em rápido contra-ataque puxado por Óscar Romero. Ele acionou Ortiz, que finalizou da esquerda e sacramentou a grande vitória dos visitantes em Santiago.
Na próxima rodada, o Chile tentará se reabilitar diante da Bolívia, na terça-feira, fora de casa. No mesmo dia, o Paraguai vai receber o Uruguai no estádio Defensores del Chaco, em Assunção.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia