Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de agosto de 2017. Atualizado às 22h12.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

Alterada em 22/08 às 22h15min

Brasil de Pelotas vira, começa a sonhar com G4 da Série B e liga sinal de alerta do Goiás

Xavante se distancia do Z4 e ainda sonha com o acesso à Série A

Xavante se distancia do Z4 e ainda sonha com o acesso à Série A


Jonathan Silva /Brasil de Pelotas/Divulgação/JC
O Brasil de Pelotas não demorou para se recuperar da derrota por 4 a 1 para o Londrina na semana passada. Nesta terça-feira, em casa, o time de Pelotas saiu perdendo, mas acabou virando para cima do Goiás por 2 a 1, em partida realizada no estádio Bento Freitas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
O triunfo deixou o Brasil sonhando novamente com o G4. O time gaúcho soma 30 pontos, no meio da tabela de classificação, contra 34 do Ceará, o quarto colocado. Já o Goiás, que não vence há cinco jogos, viu o sinal de alerta ligar. A equipe goiana aparece na 15.ª posição com 25 pontos, a dois da zona de rebaixamento.
O Goiás se mostrou mais perigoso durante todo o primeiro tempo, tocava a bola no campo adversário e criou as melhores oportunidades de gols como aos oito minutos, quando Andrezinho aproveitou a sobra da defesa do Brasil e chutou para grande defesa de Marcelo Pitol. O time gaúcho era mais precavido, no entanto respondeu à altura. Após cobrança de escanteio, Leandro Leite mandou rente à trave. A bola desviou em Andrezinho antes de ir pela linha de fundo.
O time esmeraldino foi apertando e chegou ao gol aos 29 minutos. Após cruzamento de Andrezinho, a bola ficou viva para Carlos Eduardo. O atacante puxou para a perna direita e chutou para o fundo das redes. O gol fez o Goiás dar campo para o Brasil. O clube gaúcho, então, aproveitou. Sciola cobrou escanteio na cabeça de Lincom, que escorou. Leandro Leite ajeitou para Marcinho deixar tudo igual.
O Brasil voltou para o segundo tempo mais atento e precisou de apenas 13 minutos para virar o jogo para cima do Goiás. Em nova cobrança de escanteio de Éder Sciola, Lincom desviou e Juninho tirou do goleiro Marcelo Rangel e viu Rafinha empurrar para o gol.
A virada motivou o time gaúcho, que partiu com tudo para cima do Goiás. No contra-ataque, Marcinho deixou Lincom de frente para Marcelo Rangel. O atacante, porém, pegou mal na bola e jogou para fora, desperdiçando grande oportunidade. Com o time visitante recuado, o Brasil ainda chegou com Teco. O zagueiro acertou a trave do goleiro esmeraldino, antes do apito final.
Na próxima rodada, a 23.ª, o Brasil visita o Náutico no dia 6 de setembro, às 21h45, na Arena Pernambuco, no Recife. No mesmo dia, às 19h30, o Goiás recebe o Paraná no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.
Brasil de Pelotas 2 x 1 Goiás
Marcelo Pitol; Éder Sciola (Ednei), Leandro Camilo, Teco e Breno; João Afonso, Leandro Leite, Rafinha (Misael) e Marcinho; Juninho (Cassiano) e Lincom. Técnico: Clemer.
Marcelo Rangel; Everton Sena, Matheus Ferraz, Alex Alves e Carlinhos; Péricles (Nathan), Ramires, Léo Sena e Andrezinho (Jean Carlos); Carlos Eduardo e Gustavo (Júnior Viçosa). Técnico: Argel Fucks.
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia