Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 16h04.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

31/08/2017 - 13h00min. Alterada em 31/08 às 13h00min

Medida provisória da TLP é lida no plenário do Senado

O senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), que presidia sessão do plenário do Senado, leu a medida provisória (MP) 777/2017, que cria a Taxa de Longo Prazo para balizar os empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) a partir de 2018, durante a reunião desta quinta-feira (31). Com isso, a proposta, que está prestes a vencer, poderá ser votada na próxima semana.
Segundo o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), a MP será pautada na terça-feira, 5, e seria votada no período da tarde. No mesmo dia, está prevista sessão do Congresso Nacional, às 19h, para votar a altercação da meta fiscal de um déficit de R$ 129 bilhões para R$ 159 bilhões.
Pelo Twitter, o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR) confirmou que a intenção é votar a matéria na próxima terça-feira. O Palácio do Planalto tem pressa, já que a MP perde efeitos dia 6 de setembro se não for votada pelo Senado.
Como a próxima semana será marcada pelo feriado de 7 de setembro, ainda não se sabe se haverá quórum para deliberações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia