Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 28 de agosto de 2017. Atualizado às 08h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 28/08 às 08h10min

Bolsas asiáticas começam semana com tom majoritariamente positivo

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta segunda-feira (28), apesar da falta de sinalização sobre o futuro da política monetária durante a conferência do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em Jackson Hole (Wyoming).
Na sexta-feira (25), os presidentes do Fed, Janet Yellen, e do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, discursaram no evento anual do BC americano, mas não deram quaisquer indicações de como pretendem conduzir suas políticas mais adiante.
Em seu pronunciamento, Yellen defendeu as regulações financeiras adotadas na esteira da crise financeira mundial iniciada em 2008, enquanto Draghi se absteve de comentar sobre o euro, o que acabou ajudando a impulsionar a moeda única europeia.
Na China, bons resultados corporativos impulsionaram o índice Xangai Composto, que subiu 0,93%, a 3.362,65 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto, que avançou 1,39%, a 1.936,76 pontos.
No mercado japonês, o Nikkei ficou praticamente estável em Tóquio, a 19.449,90 pontos, com baixa apenas marginal de 0,01% em relação ao pregão anterior.
Na Coreia do Sul, o índice Kospi caiu 0,35% em Seul, a 2.370,30 pontos, interrompendo uma sequência de cinco pregões positivos, uma vez que a Samsung Electronics terminou os negócios em baixa de quase 2%, ainda em reação à condenação, no fim da semana passada, do bilionário Lee Jae-yong, herdeiro da Samsung. Lee foi sentenciado a cinco anos de prisão por crimes de corrupção ligados ao caso que levou ao impeachment da presidente Park Geun-hye.
Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve ligeira alta de 0,05% em Hong Kong, a 27.863,29 pontos, mas atingiu nova máxima em 27 meses, enquanto o Taiex também mostrou leve ganho em Taiwan, de 0,10%, a 10.525,98 pontos. Na capital das Filipinas, Manila, não houve sessão devido a um feriado nacional.
Investidores da região asiática estão atentos a possíveis impactos do furacão Harvey na economia dos EUA. A agora tempestade tropical atingiu a costa do Texas no fim de semana, paralisando parte significativa da capacidade de refino do país.
Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho pelo segundo pregão consecutivo, pressionada por bancos domésticos e algumas grandes mineradoras, e o índice S&P/ASX 200 recuou 0,59% em Sydney, a 5.709,90 pontos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia