Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 22h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Notícia da edição impressa de 25/08/2017. Alterada em 24/08 às 22h09min

Ceratti é vendida para norte-americana Hormel Foods por US$ 104 milhões

Empresa é conhecida pela sua mortadela

Empresa é conhecida pela sua mortadela


/CERATTI/DIVULGAÇÃO/JC
Fabricante da tradicional mortadela que leva sua marca, a Ceratti anunciou, nesta quinta-feira, que fechou acordo de venda de 100% das suas ações para o grupo Hormel Foods, multinacional norte-americana com 126 anos de história e presença em mais de 75 países. O valor total da transação foi de aproximadamente US$ 104 milhões (R$ 332,8 milhões), sujeito aos ajustes habituais de capital de giro.
Segundo a Ceratti, as conversas com a Hormel se arrastavam há dois anos. Nesse período, diz a empresa, houve "uma grande sinergia entre os valores das duas organizações", que são empresas familiares. "A Hormel Foods sinalizou que manterá os valores da Ceratti, disseminados ao longo de seus mais de 85 anos de existência", informou a empresa brasileira.
Com a aquisição da Ceratti, a Hormel estreia no mercado brasileiro e marca também sua entrada na América do Sul. "O crescimento estratégico internacional é importante para a Hormel Foods, e a América do Sul tem chamado a nossa atenção há alguns anos", disse Jim Snee, presidente da Hormel. "A Ceratti tem um forte histórico de tradição familiar e um crescimento expressivo de seu portfólio com distribuição de produtos de alto valor agregado. A aquisição é um ajuste estratégico para a Hormel e permite a nossa entrada inicial no mercado brasileiro como plataforma para crescer em outros países do continente".
Com mais de 20.000 empregados, a Hormel tem faturamento anual de US$ 9 bilhões e integra a lista "Fortune 500" das maiores companhias do mundo.
De acordo com a empresa brasileira, Mario Ceratti, diretor estatutário da Ceratti, permanecerá na empresa para efetivar o processo de transição aos novos acionistas. O corpo gerencial atual será mantido sem alterações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia