Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de agosto de 2017. Atualizado às 10h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 22/08 às 10h04min

Dólar abre em queda com possível privatização da Eletrobras

O mercado recebeu bem a notícia da possível privatização da Eletrobras e o dólar à vista no balcão opera em queda na manhã desta terça-feira (22) na contramão do exterior, diante da expectativa de entrada de recursos estrangeiros no País no médio prazo. A proposta deve ser feita ao Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e mais detalhes serão conhecidos logo mais, às 10 horas, em entrevista coletiva convocada pelo Ministério de Minas e Energia.
Na manhã desta terça, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reconheceu que o governo está trabalhando "na modelagem" da privatização da estatal, que acumula dívidas de R$ 43,5 bilhões. Ele participa neste momento de seminário de direito tributário e aduaneiro promovido pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).
Às 9h33min, o dólar à vista no balcão era negociado a R$ 3,1546, em queda de 0,48%, depois de chegar a recuar 0,67% na mínima, a R$ 3,1485.
No mercado futuro, a moeda para setembro recuava 0,28%, cotada a R$ 3,1620. No exterior, a divisa americana exibe sinal positivo antes moedas fortes e ligadas a commodities.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia