Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de agosto de 2017. Atualizado às 14h52.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

O Futuro da Terra

Notícia da edição impressa de 22/08/2017. Alterada em 22/08 às 14h54min

Doutor em Zootecnia dedica vida profissional à bovinocultura de corte

Júlio Otavio Jardim Barcellos será homenageado no prêmio O Futuro da Terra

Júlio Otavio Jardim Barcellos será homenageado no prêmio O Futuro da Terra


JÚLIO OTÁVIO JARDIM BARCELLOS/ARQUIVO PESSOAL/JC
Há mais de 35 anos, Júlio Otavio Jardim Barcellos dedica sua vida profissional à Zootecnia. Nesse tempo, foi o responsável direto pela formação de mais de 100 mestres e doutores. O médico veterinário graduado pela Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e mestrado e doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), tem vasta atuação na área de produção de bovinos de corte, gerenciamento e tecnologia, economia da produção, diferenciação de produtos em bovinos de corte e cadeia da carne bovina. Tamanha experiência resultou na contribuição em mais de seis livros sobre pecuária de corte.
Barcellos se tornou coordenador do Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (Nespro), centro que surgiu a partir da necessidade de gerar tecnologias relacionadas à bovinocultura de corte e melhor atendimento às demandas da cadeia produtiva de gado. Desde 2006, o Nespro se dedica a estudar os processos envolvidos em toda cadeia produtiva da carne.
O grupo desenvolve análise mercadológica e sistêmica da produção, comportamento animal e diferenciação de produtos. Ao todo, o Nespro já publicou mais 127 artigos científicos relacionados à bovinocultura. Apenas nesse ano, o Núcleo publicou 10 artigos, o último relacionado a apontamentos estratégicos sobre o bovinocultura de corte brasileira. O bem-estar animal também é um dos temas em destaque, pois, segundo o especialista, é cada vez maior o interesse dos consumidores em conhecer todos os processos relacionados à produção.
O Nespro desenvolve dois projetos fixos, o Cidadãos do Futuro, que contempla estudantes de polos educacionais do Ensino Fundamental e o colégio agrícola que promove atividades educacionais na zona rural de Uruguaiana. O objetivo é incentivar a participação da comunidade no espaço rural, que representa um conjunto de saberes, culturas e valores. Já a Jornada Nespro é um evento anual (ocorre em setembro) promovido pelo Núcleo, que busca promover a interação e a discussão frente às pesquisas acadêmicas.
Para Júlio Barcellos, um dos maiores entraves para a pesquisa continua sendo a captação de recursos financeiros pelos governos, carência que atualmente vem sendo suprida por iniciativas do setor privado. Outro gargalo é a dificuldade de comunicação com o pecuarista.
Homenageados em 2017
PRÊMIO ESPECIAL
Luiz Carlos Federizzi - Ufrgs
CADEIAS DE PRODUÇÃO E ALTERNATIVAS AGROPECUÁRIAS
Aproccima
Geovano Parcianello - Irga
Jorge Tonietto - Embrapa
INOVAÇÃO, TECNOLOGIA RURAL E EMPREENDEDORISMO
Julio Otavio Jardim Barcellos - Ufrgs
SIA - Serviço de Inteligência em Agronegócio
Homero Bergamaschi - Ufrgs
Maria do Carmo Bassols Raseira - Embrapa
Antonio Folgiarini de Rosso - Irga
PRESERVAÇÃO AMBIENTAL
Cimélio Bayer - Ufrgs
Alianza del Pastizal - BirdLife International
Flávia Fontana Fernandes - UFPel
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia