Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 09 de agosto de 2017. Atualizado às 08h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 09/08 às 08h37min

Bolsa de Tóquio cai mais de 1% com tensão entre EUA e Coreia do Norte

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa significativa nesta quarta-feira (9), à medida que o iene se fortaleceu ante o dólar em meio à escalada de tensões entre EUA e Coreia do Norte. O índice Nikkei caiu 1,29% na capital do Japão, sua maior queda desde março, a 19.738,71 pontos, o menor nível desde o fim de maio.
Ontem, o presidente dos EUA, Donald Trump, retomou ameaças à Coreia do Norte ao dizer que Pyongyang poderá enfrentar "fogo e fúria como o mundo nunca viu". Desde o começo do ano, o regime norte-coreano realizou uma série de testes com mísseis, os últimos dos quais com alcance intercontinental.
Em resposta, a Coreia do Norte anunciou que irá estudar cuidadosamente a possibilidade de um ataque com míssil a uma base militar dos EUA no território de Guam.
Preocupações com a situação na Península Coreana impulsionaram a demanda não apenas pelo iene, mas também pelos bônus do governo japonês (JGBs), cujos rendimentos caíram durante a madrugada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia