Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 09h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Investimento

Notícia da edição impressa de 07/08/2017. Alterada em 07/08 às 11h34min

CT do Inter terá aporte inicial de R$ 70 milhões

Projeto do centro de treinamento prevê 14 campos de futebol

Projeto do centro de treinamento prevê 14 campos de futebol


SPORT CLUB INTERNACIONAL/DIVULGAÇÃO/JC
Jefferson Klein
Se um clube de futebol quer ser grande, não pode se restringir às quatro linhas do campo. Percebendo isso, o Internacional tem um ousado plano sobre a construção de um Centro de Treinamento (CT) para atender às categorias de base e profissional de jogadores, em Guaíba. Somente a primeira fase do complexo, que será feito a partir de módulos, custará aproximadamente R$ 70 milhões.
O projeto completo prevê, entre outros empreendimentos, a instalação de 14 campos de futebol, mas, na etapa inicial, esse número será limitado a oito. Mesmo nesse escopo "mais modesto", o vice-presidente de Negócios Estratégicos do Internacional, José Aquino Flôres de Camargo, afirma que a estrutura já deixaria o Colorado com um Centro de Treinamento de um patamar superior ao de qualquer outro clube do Brasil.
Também nesse estágio será feito um hall de acesso ao CT, sala de conferências, alojamento para atletas, ala para categoria de base, refeitórios, edifício de serviços (com vestiário de funcionários, cafeteria etc.), entre outros. Em um segundo momento, serão erguidos um hotel e um miniestádio no local.
Recentemente, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu a Licença de Instalação para a realização do projeto. A área, superior a 400 mil metros quadrados, situa-se na divisa entre Guaíba e Eldorado do Sul, na Estrada do Conde, na margem do lago Guaíba, praticamente em linha reta em relação ao Beira-Rio. Essa localização é considerada estratégica, pois futuramente a ideia é que um catamarã faça a ligação hidroviária entre o CT e o estádio em Porto Alegre. A área foi cedida pelo governo gaúcho para o Internacional especificamente para a construção do Centro de Treinamento.
Camargo adianta que, se tudo transcorrer satisfatoriamente, a obra poderá começar no primeiro semestre de 2018. A etapa inicial levará em torno de 24 meses para ser concluída. Não há um cronograma estipulado quanto ao passo seguinte do projeto. Atualmente, a iniciativa vem sendo conhecida como "Cidade do Inter", entretanto, ainda não há uma denominação institucional estipulada. Camargo, pessoalmente, preferia que fosse "Celeiro de Ases", fazendo referência ao hino do clube.
Um dos maiores obstáculos para que o plano idealizado pelo Inter torne-se uma realidade é dispor dos elevados recursos necessários. "É algo que temos que trabalhar, realmente não temos uma decisão e temos que fazer um planejamento", admite o vice-presidente de Negócios Estratégicos. Camargo indica que uma opção é a busca por parcerias para conseguir o dinheiro, porém não há uma definição de como o eventual sócio seria remunerado.
Apesar de, por enquanto, não ter sido determinada de onde será a origem dos recursos para implementar as obras, mesmo sendo gremista, o prefeito de Guaíba, José Sperotto (PTB), torce para que o empreendimento saia do papel. O dirigente adianta que, com todos os seus módulos finalizados, o aporte que será realizado na etapa inicial pode ser até dobrado. Sperotto adianta que o CT será um ponto turístico e poderá servir para concentrar treinos da seleção brasileira.
O prefeito comenta que a implantação do Centro de Treinamento fortalece a chance de conseguir as verbas para a duplicação da Estrada do Conde. Sperotto diz que essa iniciativa somente será possível se houver o auxílio financeiro do governo federal. O dirigente calcula que serão necessários cerca de R$ 100 milhões para fazer a ampliação da via.
Arte/JC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
edison a. antunes 07/08/2017 22h23min
Temos uma grande torcida querendo ser sócio do inter neste investimento é abrir cotas onde posam ser compradas e depois com restaurantes ,hotel e visitas a toda esta estrutura onde sairão grades ídolos. com todo este aporte todos poderão ganhar.