Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 02 de agosto de 2017. Atualizado às 00h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 02/08/2017. Alterada em 01/08 às 22h47min

Mais de 3 mil animais estão inscritos para Expointer

A Expointer deste ano recebeu a inscrição de 3.207 animais de 88 raças diferentes. O prazo de adesão se encerrou na segunda-feira. Houve um crescimento na participação de ovinos pela criação de categorias de animais naturalmente coloridos dentro de seis raças: Corriedale, Romney Marsh, Hampshire Down, Texel, Ile de France e Suffolk. No gado de corte, foi registrado aumento expressivo na participação da raça Normanda, que passou de oito para 25 exemplares inscritos. Outro ponto positivo foi a expansão de 44% nas inscrições de zebuínos em relação ao ano passado.
Haverá, também, estreias na Expointer deste ano: a raça Guzolando aparece pela primeira vez na feira. Oriunda da mistura entre Guzerá e Holandês, a Guzolando é uma raça com aptidão leiteira.
Entre os pequenos animais, 30 raças de coelhos e três de chinchilas foram inscritas, totalizando 338 exemplares. Por causa do alerta de gripe aviária emitido pelo Ministério da Agricultura, aves e pássaros não poderão participar da Expointer deste ano. "Descontando-se a não participação das aves e pássaros, as demais inscrições mantiveram o número do ano passado. Mesmo com a crise, custos altos e outros problemas, os expositores garantiram sua vaga na Expointer", avalia Pablo Charão, zootecnista da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação.
De acordo com o secretário da Agricultura, Ernani Polo, o número de animais inscritos é positivo, principalmente quando levamos em consideração a participação inédita da Guzolando e o aumento dos zebuínos e da raça Normanda. "Lamentavelmente, temos a questão da gripe aviária, que exige muita cautela. A Expointer tem como foco a qualidade dos animais, e não a quantidade." A feira acontece de 26 de agosto a 3 de setembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia